De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Fundação Nova Era e BOM DIA associam-se “por um bem maior”

O BOM DIA e o empresário português residente em França, João Pina, assinaram uma parceria para promover o seu grupo, mas sobretudo a ação social da sua fundação.

João Pina, natural de Trinta, uma pequena povoação do concelho da Guarda, nasceu em 1967 e emigrou para França nos anos 80, com 19 anos de idade, na esteira de milhares de portugueses que procuravam uma vida melhor.

A chegada a Paris, ainda que marcada inicialmente por um conjunto de contratempos e dificuldades, como foi o caso de um acidente grave que fez com que ficasse em coma vários dias, e que concorreu para que se tornasse um zeloso devoto de Nossa Senhora de Fátima, assinalou um percurso de empresário de sucesso na área da construção civil.

João Pina é casado em segundas núpcias com Rosa Sanchez, natural de Navarra, Espanha. É pai de três filhos: Tiago, Luís e Carla (filha da atual esposa) e avô da Abigail.

Presentemente é administrador do Grupo Jean Pina, sediado nos arredores de Paris, um conjunto de seis empresas com atividades em áreas como a construção civil, limpeza e reciclagem de resíduos, que o elevam a um dos mais relevantes empresários luso-franceses.

O êxito que João Pina, conhecido em terras gaulesas por Jean Pina, alcançou ao longo das últimas décadas no mundo dos negócios, tem sido reiteradamente acompanhado de uma inequívoca solidariedade em prol da comunidade portuguesa em França.

Após o seu pai ter falecido, no início dos anos 2000, no dia do seu aniversário, 20 de dezembro, o empresário português decidiu passar a data com pessoas carenciadas. Desde 2015 que organiza uma ceia na Guarda, ano em que foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal daquela cidade.

Em 2019, já com mais de um milhar de convidados à mesa, João Pina distribuiu 300 cabazes a famílias necessitadas da região, contando ainda com contribuições de outros emigrantes.

Foi por essa altura que João Pina lançou a Fundação Nova Era, sob o lema “Solidariedade em Movimento”.

Nesse mesmo ano, a sua fundação associou-se ao Instituto Camões de Paris com o Groupe Jeunesse SOS – M.E.C.S. Félix Faure, com vista à inserção de alunos franceses através da iniciação à língua e cultura portuguesa.

Um ano após a apresentação da Fundação Nova Era, “o balanço era extremamente positivo”, confessava recentemente ao BOM DIA.

De seguida surgiram as oportunidades de apoiar a Loja Social “Mão Amiga” com alimentos, de doar roupa, brinquedos e material para a ala de Pediatria e Oncologia do Hospital da Guarda, e de entregar duas dezenas de bolsas de estudo a reclusos do Estabelecimento Prisional da Guarda. Estas ações valeram-lhe votos de louvor na Guarda, Almeida e Mangualde.

Em 2020, ano de pandemia, a sua fundação conseguiu oferecer 800 cabazes a famílias carenciadas, entregues, sobretudo, na Guarda, Mangualde, Santo Tirso, Paris e Lyon.

Entre março e junho de 2021 distribuiu bens alimentares à Aldeia SOS na Guarda, tendo em conta o protocolo firmado com esta IPSS.

Ainda este ano, tanto a Fundação Nova Era como o Grupo Jean Pina já albergaram portugueses em situações precáriasajudaram a pagar tratamentos de emigrantes em situações precárias e aliaram-se à Associação Ajudaris no combate à pobreza. João Pina pretende dinamizar a “ação social” da fundação, já que há “imensos portugueses carenciados na nossa diáspora”, lamentou em entrevista ao BOM DIA.