BOM DIA https://bomdia.eu Portugal no Mundo Fri, 05 Jun 2020 17:54:29 +0000 pt-PT hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.9.14 ‘Curtas’ portuguesas integram festival de cinema de Palm Springs https://bomdia.eu/curtas-portuguesas-integram-festival-de-cinema-de-palm-springs/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=curtas-portuguesas-integram-festival-de-cinema-de-palm-springs https://bomdia.eu/curtas-portuguesas-integram-festival-de-cinema-de-palm-springs/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:53:45 +0000 https://bomdia.eu/?p=221713

As curtas-metragens portuguesas “Ruby” e “Dia de Festa” competem no festival de cinema de Palm Springs, nos Estados Unidos, que decorrerá este ano apenas ‘online’, revelou a Agência da Curta-Metragem. Por causa da covid-19, o festival de ‘curtas’ de Palm Springs optou este ano por alterar o modelo do evento, exibindo alguns dos filmes selecionados […]

O conteúdo ‘Curtas’ portuguesas integram festival de cinema de Palm Springs aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

As curtas-metragens portuguesas “Ruby” e “Dia de Festa” competem no festival de cinema de Palm Springs, nos Estados Unidos, que decorrerá este ano apenas ‘online’, revelou a Agência da Curta-Metragem.

Por causa da covid-19, o festival de ‘curtas’ de Palm Springs optou este ano por alterar o modelo do evento, exibindo alguns dos filmes selecionados de forma gratuita e ‘online’, entre 16 e 22 de junho.

Entre os cerca de seis mil filmes submetidos foram selecionadas as curtas-metragens “Ruby”, de Mariana Gaivão, e “Dia de Festa”, de Sofia Bost.

“Ruby” concorre ao prémio de melhor curta-metragem em imagem real e “Dia de festa” compete pelo prémio de melhor ‘curta’ internacional.

“Dia de Festa” é o primeiro filme de Sofia Bost e esteve na Semana da Crítica do festival de cinema de Cannes em 2019.

Na altura, a realizadora, de 33 anos, disse à agência Lusa que a curta-metragem “partiu da premissa de uma mãe que não se consegue sentir feliz no dia de anos da filha, e o processo de escrita foi a descoberta daquilo que estaria por detrás dessa personagem, a Mena”, interpretada pela atriz Rita Martins.

“Ruby”, de Mariana Gaivão, que foi premiado no festival Curtas de Vila do Conde, retrata “uma juventude em autodescoberta, acompanhando a jovem Ruby nos dias antes de a sua melhor amiga, Millie, regressar a Inglaterra”, lê-se na sinopse.

Esta é a segunda curta-metragem de Mariana Gaivão, que começou o percurso no cinema como montadora. A primeira ‘curta’, “Solo”, de 2012, foi distinguida no Canadá.

Os dois filmes estrear-se-ão nos cinemas portugueses a 9 de julho, juntamente com a ‘curta’ “Cães que Ladram aos Pássaros”, de Leonor Teles.

#portugalpositivo

O conteúdo ‘Curtas’ portuguesas integram festival de cinema de Palm Springs aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/curtas-portuguesas-integram-festival-de-cinema-de-palm-springs/feed/ 0
Famalicão: este ano as Festas Antoninas vão ser diferentes https://bomdia.eu/famalicao-este-ano-as-festas-antoninas-vao-ser-diferentes/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=famalicao-este-ano-as-festas-antoninas-vao-ser-diferentes https://bomdia.eu/famalicao-este-ano-as-festas-antoninas-vao-ser-diferentes/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:40:39 +0000 https://bomdia.eu/?p=221712

A festa de Santo António, em Famalicão, conhecida por «Festas Antoninas», este ano vai ser celebrada “em moldes diferentes do habitual”, devido à situação de pandemia que se vive, e que obrigou ao “cancelamento das festas populares, marchas e outros eventos”. Na paróquia de São Tiago de Antas (Famalicão) vai celebrar-se a eucaristia, na capela […]

O conteúdo Famalicão: este ano as Festas Antoninas vão ser diferentes aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

A festa de Santo António, em Famalicão, conhecida por «Festas Antoninas», este ano vai ser celebrada “em moldes diferentes do habitual”, devido à situação de pandemia que se vive, e que obrigou ao “cancelamento das festas populares, marchas e outros eventos”.

Na paróquia de São Tiago de Antas (Famalicão) vai celebrar-se a eucaristia, na capela de Santo António, às 9 horas, presidida por Jorge Ortiga, Arcebispo de Braga, com “lotação máxima de 50 pessoas”, refere uma nota enviada à nossa redação.

“Não será possível admitir pessoas em pé no espaço fora da igreja e não será permitida a aglomeração de pessoas na rua”, lê-se.

Para esta celebração haverá “uma equipa de acolhimento” à entrada da capela de Santo António para acolher as pessoas nos lugares que a capela dispõe.

As Festas Antoninas são uma celebração de “todo o concelho de Vila Nova de Famalicão”, nesse sentido a câmara municipal vai fazer a transmissão da Eucaristia pelas suas redes sociais, assim como as da paróquia de São Tiago de Antas e da Arquidiocese de Braga.

Este ano, a bênção e distribuição do «pão de São António» não poderá ser realizado nos “moldes habituais devido à situação de saúde pública” que se vive.

Durante a Eucaristia será feita “a bênção de apenas um pão a título simbólico”, sublinha a nota.

Da parte da tarde não haverá “a habitual procissão de Santo António pela cidade visto que todas as procissões estão suspensas até ao final do verão”.

 

O conteúdo Famalicão: este ano as Festas Antoninas vão ser diferentes aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/famalicao-este-ano-as-festas-antoninas-vao-ser-diferentes/feed/ 0
Dia 10 de junho Roberto Leal é homenageado em concerto https://bomdia.eu/dia-10-de-junho-roberto-leal-e-homenageado-em-concerto/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=dia-10-de-junho-roberto-leal-e-homenageado-em-concerto https://bomdia.eu/dia-10-de-junho-roberto-leal-e-homenageado-em-concerto/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:37:49 +0000 https://bomdia.eu/?p=221711

“Este tributo online é uma homenagem de um filho que morre de saudade do seu pai, mas acima de tudo é uma homenagem a alguém que deixou um legado maravilhoso e incrível para as próximas gerações”, diz Rodrigo leal, filo do artista em comunicado enviado ao BOM DIA. O filho de Roberto Leal recorda que […]

O conteúdo Dia 10 de junho Roberto Leal é homenageado em concerto aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

“Este tributo online é uma homenagem de um filho que morre de saudade do seu pai, mas acima de tudo é uma homenagem a alguém que deixou um legado maravilhoso e incrível para as próximas gerações”, diz Rodrigo leal, filo do artista em comunicado enviado ao BOM DIA.

O filho de Roberto Leal recorda que o pai acreditava que a música poderia mudar o mundo e contribuiu para que a música portuguesa fosse levada para todos os cantos do mundo. “É uma homenagem justa e sentida, um tributo a uma pessoa que é insubstituível e será sempre o maior cantor de música tradicional portuguesa de todos os tempos”, diz Rodrigo Leal.

No dia 10 de junho às 22 horas de Lisboa, no Facebook de Roberto Leal e no seu canal YouTube vai ter lugar um espetáculo em linha com os maiores sucessos do artista e a presença de muitos dos seus amigos.

Recorde-se que o cantor morreu em setembro de 2019.

 

O conteúdo Dia 10 de junho Roberto Leal é homenageado em concerto aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/dia-10-de-junho-roberto-leal-e-homenageado-em-concerto/feed/ 0
Centro de Portugal aposta no turismo religioso https://bomdia.eu/centro-de-portugal-aposta-no-turismo-religioso/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=centro-de-portugal-aposta-no-turismo-religioso https://bomdia.eu/centro-de-portugal-aposta-no-turismo-religioso/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:31:02 +0000 https://bomdia.eu/?p=221709

O Turismo Centro de Portugal apresentou hoje, em conferência de imprensa, a estratégia de promoção dos Caminhos da Fé e Espiritualidade no Centro de Portugal. Este é um produto em que a entidade regional de turismo aposta de forma decisiva este ano e que tem conquistado importância crescente na região. Além do Culto Mariano, cujo […]

O conteúdo Centro de Portugal aposta no turismo religioso aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O Turismo Centro de Portugal apresentou hoje, em conferência de imprensa, a estratégia de promoção dos Caminhos da Fé e Espiritualidade no Centro de Portugal. Este é um produto em que a entidade regional de turismo aposta de forma decisiva este ano e que tem conquistado importância crescente na região. Além do Culto Mariano, cujo expoente máximo é Fátima, outros locais de culto e peregrinação têm ganho destaque, nomeadamente os Caminhos de Fátima, o Caminho de Santiago, a Rota Carmelita ou a Herança Judaica.

Na conferência de imprensa, que decorreu nas Luz Charming Houses, unidade de referência em Fátima, foram apresentados novos materiais promocionais, como mapas e roteiros, que indicam aos turistas e peregrinos os locais a visitar no Centro de Portugal. Além disso, foi também apresentado o Guia do Turismo Espiritual e Religioso, que será publicado amanhã, inserido num semanário nacional, e destacada a estratégia transfronteiriça comum de promoção do Turismo Religioso e Espiritual, entre regiões de Portugal e Espanha.

A apresentação contou com as presenças de Luís Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Ourém, Pe. Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, Teresa Ferreira, diretora do Departamento de Desenvolvimento de Recursos do Turismo de Portugal, e Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Luís Albuquerque destacou o facto de este conjunto de materiais promocionais serem “um bom contributo para o desenvolvimento de Fátima e para a retoma que todos queremos que possa acontecer o mais rapidamente possível”. “É com enorme satisfação que verifico que o Turismo do Centro considera o turismo religioso como pilar fundamental para os próximos anos na nossa região, reconhecendo que Fátima é um produto turístico estratégico nacional”, disse.

Por parte do Santuário de Fátima, o padre Carlos Cabecinhas elogiou a aposta no turismo religioso e espiritual que tem sido “uma das marcas características do turismo no Centro de Portugal”. “O crescimento exponencial do turismo em Portugal nos últimos anos contou também com contributo desta vertente espiritual e religiosa. Esta foi uma aposta estratégica do Turismo do Centro de Portugal, o que muito nos alegra, e nesse contexto Fátima ocupa um lugar especial, por ser o mais significativo e importante destino de turismo religioso português. A variedade de peregrinos que em cada ano acorrem a Fátima comprovam que este é de facto um santuário mundialmente conhecido”, sublinhou.

Teresa Ferreira realçou que “os Caminhos da Fé, desmultiplicados nos Caminhos de Fátima, Caminhos de Santiago e a Herança Judaica, são estruturantes para o desenvolvimento turístico do país, porque é um produto que assenta em ativos que nos diferenciam, tanto no património material como do património imaterial e natural, tem uma escala nacional e é uma proposta de experiência turística que pode ser usufruída durante todo o ano, permitindo descobrir muitos percursos e recantos deste país”. “Além disso”, acrescentou, “também é particularmente importante porque está alinhado com aquilo que vão ser as tendências dos turistas, que após este período de pandemia vão procurar experiências de valorização pessoal, experiências seguras e que sejam alternativas a destinos mais massificados”.

Pedro Machado salientou que, na sequência da campanha promocional da região que o Turismo Centro de Portugal tem em curso, “chegou o tempo dos Caminhos da Fé e dos Caminhos da Espiritualidade”. “Entendemos que este é o tempo de apelamos a esta dimensão da fruição turística associada à sua dimensão espiritual e à sua dimensão religiosa”, disse. Depois de enaltecer o Turismo de Portugal e as entidades parceiras na divulgação dos projetos comuns de Turismo Religioso, exemplificando com organizações regionais de turismo em Portugal – Alentejo, Porto e Norte e Lisboa – e Espanha, como Extremadura, Castela e Leão e Galiza, Pedro Machado desafiou os portugueses a conhecerem os destinos hoje presentados: “Desafio os portugueses que não tinham pensado em realizar uma experiência de natureza espiritual ou religiosa a poderem fazê-lo, com pouco custo do ponto de vista material mas cheio de significado do ponto de vista da dimensão espiritual e da dimensão ética”.

A finalizar, Pedro Machado deixou um “apelo patriótico aos concidadãos”: “Façam férias em Portugal, e naturalmente no Centro de Portugal, e ajudem assim as empresas portuguesas a resistir e a ultrapassar esta fase difícil”.

O conteúdo Centro de Portugal aposta no turismo religioso aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/centro-de-portugal-aposta-no-turismo-religioso/feed/ 0
Nunca houve um mês de maio tão quente, até na Sibéria https://bomdia.eu/nunca-houve-um-mes-de-maio-tao-quente-ate-na-siberia/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=nunca-houve-um-mes-de-maio-tao-quente-ate-na-siberia https://bomdia.eu/nunca-houve-um-mes-de-maio-tao-quente-ate-na-siberia/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:14:41 +0000 https://bomdia.eu/?p=221707

A nível mundial, o mês de Maio de 2020 foi o mais quente já registado comparativamente à média compreendida no período entre 1981 e 2010. De acordo com dados do programa europeu “Copernicus”, de observação por satélite da Terra, verificaram-se máximos de 0,63°C acima da média. As temperaturas mais atípicas foram registadas em partes da […]

O conteúdo Nunca houve um mês de maio tão quente, até na Sibéria aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

A nível mundial, o mês de Maio de 2020 foi o mais quente já registado comparativamente à média compreendida no período entre 1981 e 2010.

De acordo com dados do programa europeu “Copernicus”, de observação por satélite da Terra, verificaram-se máximos de 0,63°C acima da média.

As temperaturas mais atípicas foram registadas em partes da Sibéria, onde os termómetros marcaram subidas de até 10°C acima da média, no Alasca e na Antártida.

Na Europa, apesar de uma primavera com temperaturas acima da média, o mês de maio foi um pouco mais frio do que a média global, mas é notória uma divisão geográfica.

Registaram-se temperaturas acima da média em grande parte dos países do sudoeste e do nordeste europeu. Abaixo da média ficaram territórios da Escandinávia aos Balcãs, passando pela costa norte do Mar Negro.

 

O conteúdo Nunca houve um mês de maio tão quente, até na Sibéria aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/nunca-houve-um-mes-de-maio-tao-quente-ate-na-siberia/feed/ 0
A sociedade portuguesa discrimina homossexuais? https://bomdia.eu/a-sociedade-portuguesa-discrimina-homossexuais/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=a-sociedade-portuguesa-discrimina-homossexuais https://bomdia.eu/a-sociedade-portuguesa-discrimina-homossexuais/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:14:38 +0000 https://bomdia.eu/?p=221705

A sociedade portuguesa é hoje mais aberta do que há 10 anos, quando adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas há ainda “muita gente no armário”, considerou o antropólogo Miguel Vale de Almeida. “O principal balanço é o facto de que não se verificou nenhum retrocesso e de ter […]

O conteúdo A sociedade portuguesa discrimina homossexuais? aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

A sociedade portuguesa é hoje mais aberta do que há 10 anos, quando adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas há ainda “muita gente no armário”, considerou o antropólogo Miguel Vale de Almeida.

“O principal balanço é o facto de que não se verificou nenhum retrocesso e de ter havido uma interiorização por parte da sociedade que o casamento é acessível a casais do mesmo sexo, como é a casais de sexo diferente”, afirmou em entrevista à agência Lusa Miguel Vale de Almeida, que foi um dos principais rostos de defesa da lei, enquanto deputado independente eleito pelo PS.

Hoje, mantém o ativismo que sempre praticou e não pensa voltar à política, por entender que essa participação não se esgota nos cargos eleitos, nem nos órgãos partidários ou de soberania.

Nos últimos anos participou ativamente em algumas campanhas, não como candidato, mas como apoiante ou promotor, como foi o caso da campanha presidencial de Sampaio da Nóvoa (2016).

“Prefiro uma participação política através de movimentos sociais, com a intervenção através da opinião, seja na televisão, no Facebook ou nos jornais e também obviamente através da ponte que se pode fazer através da antropologia, que é a ciência social que pratico como profissão, e aquilo que é um entendimento melhor do mundo, sobretudo daquilo que está errado em termos de desigualdade ou discriminações”, declarou.

Passados 10 anos sobre a adoção da lei, publicada a 31 de maio de 2010 para entrar em vigor cinco dias depois (05 de junho), Miguel Vale de Almeida considera, porém, que há ainda muito trabalho a fazer, não em termos legais, mas de enquadramento, formação nos serviços e nas escolas, para as questões LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais), bem como no apoio a esta comunidade.

“Ainda há muita gente no armário, como se costuma dizer”, admitiu.

A aprovação da lei, defendeu, “ajudou muitíssimo” a mudar a aceitação das relações homossexuais na sociedade portuguesa: “Notámos logo! Assim que se começou a fazer campanha a favor do casamento e que lei foi aprovada, os inquéritos de opinião mostraram que ia aumentando a percentagem de portugueses e portuguesas que aceitavam a lei. Foi aumentando sempre até chegar à maioria”.

“Há um papel pedagógico nestas mudanças legais e na legitimação que a lei acaba por dar às mudanças sociais. Isso foi uma mudança muito grande”, sustentou.

Por outro lado, referiu, a sociedade “não mudou muito naquilo que são as suas estruturas mais profundas em termos de homofobia”, ou seja, não se assiste ainda a “uma visibilidade das pessoas LGBT do mesmo modo que acontece noutros contextos, nomeadamente europeus”.

Miguel Vale de Almeida frisou que há ainda muito receio de assumir a sexualidade, de normalizar as relações na rua. “Coisas tão simples como um casal andar de mãos dadas ou beijar-se. Essa repressão interior que as pessoas ainda fazem, tem muito a ver com alguma demora na mudança das relações familiares, dos sistemas educativos, termos uma sociedade onde as pessoas, em geral, não são muito autónomas ou demoram muito a ficar autónomas e dependem muito da família, não só financeiramente, mas em termos afetivos. Dependem muito das redes sociais em que estão, dos favores, das influências”, sublinhou.

“Nesse sentido, continuamos a ter muito trabalho para fazer. Só que já não é um trabalho legal, é de formação, de criação de espaços de liberdade, de transformação de mentalidades, mas é óbvio que sem termos dado aquele passo da lei, não teríamos podido sequer começar esse trabalho”, reiterou.

Para Miguel Vale de Almeida, a lei teve o reflexo esperado, ao reconhecer a igualdade plena e conferir a possibilidade de casamento às pessoas do mesmo sexo, independentemente de quererem ou não casar-se, de concordarem ou não com o casamento enquanto instituição.

Na opinião do ex-deputado, Portugal deve agora apostar numa lei quadro contra as discriminações, que permita claramente identificar a homofobia como um problema a combater, o que significa haver “formação obrigatória, regular, constante, em tudo o que são serviços públicos, forças de segurança e escolas, sobre sexualidade e cidadania”, explicou.

“Significa oferecer serviços do Estado e das autarquias – e não só dos movimentos sociais -, serviços de apoio às pessoas LGBT, nomeadamente na questão da violência no namoro, da violência doméstica, da perseguição pela família, da quantidade de jovens que são expulsos de casa ou que sofrem danos psicológicos por situações de maus tratos, vindos de atos de homofobia. Tudo isso está muito desprotegido em Portugal e precisa ainda de ser feito”, acrescentou.

São processos lentos, reconheceu, remetendo para o percurso percorrido desde a ditadura e para a dificuldade de ser criado em Portugal um movimento LGBT com capacidade para influenciar a agenda dos partidos políticos, na inclusão destas questões.

“Mesmo no 25 de abril e no meio do PREC e da revolução toda, tudo o que eram questões da sexualidade LGBT eram pura e simplesmente inexistentes ou eram tratadas como absolutamente vergonhosas”, contou.

O conteúdo A sociedade portuguesa discrimina homossexuais? aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/a-sociedade-portuguesa-discrimina-homossexuais/feed/ 0
Como vão desconfinando os países europeus https://bomdia.eu/como-vao-desconfinando-os-paises-europeus/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=como-vao-desconfinando-os-paises-europeus https://bomdia.eu/como-vao-desconfinando-os-paises-europeus/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:10:44 +0000 https://bomdia.eu/?p=221706

Os distintos países da Europa desconfinam a ritmos diferentes, dependendo da gravidade da pandemia. Mesmo com o número mais alto de mortes por Covid 19 na Europa o Reino Unido prepara o desconfinamento, com a reabertura do comércio não-essencial no dia 15. Com o aumento previsto no uso dos transportes públicos, o uso da máscara […]

O conteúdo Como vão desconfinando os países europeus aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

Os distintos países da Europa desconfinam a ritmos diferentes, dependendo da gravidade da pandemia. Mesmo com o número mais alto de mortes por Covid 19 na Europa o Reino Unido prepara o desconfinamento, com a reabertura do comércio não-essencial no dia 15. Com o aumento previsto no uso dos transportes públicos, o uso da máscara vai passar a ser obrigatório em Inglaterra, como já acontece noutros países.

Explica o ministro dos transportes, Grant Shapps: “Não falamos de máscaras cirúrgicas, que devem ser guardadas para o uso clínico, mas de objetos que possam tapar a cara e possam facilmente ser feitos em casa. As exceções são as crianças muito pequenas, os deficientes e todos aqueles que tenham dificuldades respiratórias. Chegados a esta fase, estamos a fazer aquilo que muitos outros países pediram aos utentes dos transportes para fazer”.

O país foi palco, esta quinta-feira, de uma conferência sobre vacinação que angariou mais de sete mil e 700 milhões de euros que vão permitir vacinar trezentos milhões de crianças nos países em desenvolvimento contra doenças como a malária ou a pneumonia.

Em Itália, a chama do surto, pelo menos da primeira onda, está a apagar-se, claramente. A maioria das regiões teve, nas últimas 24 horas, zero ou menos de cinco novos casos de coronavírus. Em Itália, tal como na maior parte dos outros países, o número real de casos é desconhecido, só uma pequena parte da população foi testada.

Em França, o país vai abrindo, passo a passo. O Dia Nacional, 14 de julho, vai este ano ser celebrado de forma diferente, sem a tradicional parada militar, mas uma cerimónia mais discreta, com respeito pelas normas sanitárias. Já o voo da Patrouille de France, com as cores da bandeira francesa, não vai faltar, tal como uma homenagem ao pessoal médico.

No Mónaco, a roleta do casino mais famoso do mundo volta a rolar, a partir desta sexta-feira. Os gestores do Casino de Monte Carlo impuseram um protocolo de higiene rigoroso, para garantir a segurança dos clientes. Os líderes políticos europeus esperam que o desconfinamento não faça com que o casino seja uma perfeita metáfora e a possibilidade de aumento dos contágios se torne um jogo de sorte e azar.

 

O conteúdo Como vão desconfinando os países europeus aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/como-vao-desconfinando-os-paises-europeus/feed/ 0
José Malhoa apresenta álbum que vai dar que falar https://bomdia.eu/jose-malhoa-apresenta-album-que-vai-dar-que-falar/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=jose-malhoa-apresenta-album-que-vai-dar-que-falar https://bomdia.eu/jose-malhoa-apresenta-album-que-vai-dar-que-falar/#respond Fri, 05 Jun 2020 17:00:47 +0000 https://bomdia.eu/?p=221683

O novo CD de José Malhoa chama-se “Os meus dois amores” e já está disponível em todas as plataformas digitais. Este álbum, cujo nome vem do single de estreia, é uma oportunidade para o público conhecer algumas das músicas mais ouvidas nestes tempos de confinamento. Igual a si mesmo, José Malhoa regressa em grande forma e […]

O conteúdo José Malhoa apresenta álbum que vai dar que falar aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O novo CD de José Malhoa chama-se “Os meus dois amores” e já está disponível em todas as plataformas digitais. Este álbum, cujo nome vem do single de estreia, é uma oportunidade para o público conhecer algumas das músicas mais ouvidas nestes tempos de confinamento.

Igual a si mesmo, José Malhoa regressa em grande forma e com uma força renovada através de um novo trabalho que inclui não só os temas mais alegres e ritmados como “Enterra o prego”, “Onde está a morena” ou “É uma bomba”, como as incontornáveis baladas românticas a que este artista já nos habituou e que neste novo CD podemos destacar “Deus, olha por ela”, refere a editora Espacial.

Com um estilo único e inconfundível, “Os meus dois amores” além de ser o título do álbum que agrega estas novas 11 canções, de certa forma representam as duas grandes paixões de José Malhoa, a música e o público, que sempre esteve na primeira linha no apoio ao longo de uma já longa carreira de sucesso.

O conteúdo José Malhoa apresenta álbum que vai dar que falar aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/jose-malhoa-apresenta-album-que-vai-dar-que-falar/feed/ 0
Poema interrogativo https://bomdia.eu/poema-interrogativo/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=poema-interrogativo https://bomdia.eu/poema-interrogativo/#respond Fri, 05 Jun 2020 16:49:31 +0000 https://bomdia.eu/?p=221566

Um mau governante enche a boca de cascalho Alguém sedento de governar pode tramar o poder O suborno leva o povo a ter mais trabalho Muitos que se gabam põe uma cidade arder O homem invejoso corre atrás da riqueza Como procurando segurar bolas de sabão E sem querer um dia, talvez fique na pobreza […]

O conteúdo Poema interrogativo aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

Um mau governante enche a boca de cascalho
Alguém sedento de governar pode tramar o poder
O suborno leva o povo a ter mais trabalho
Muitos que se gabam põe uma cidade arder

O homem invejoso corre atrás da riqueza
Como procurando segurar bolas de sabão
E sem querer um dia, talvez fique na pobreza
Porque não soube resguardar bem o coração

O homem fiel receberá muitas bênçãos
Um bom Juiz nunca mostra parcialidade
Nem que advogados se encham de razoes
Um juiz justo é uma bênção para a humanidade.

Um homem divorciado candidata-se a Presidente
O mesmo foi incapaz de governar sua família
Mas quer governar uma nação e toda a gente
Ai o sabichão. Ainda tenho os tamancos na lareira.

Mas ele diz: Quem me dera ser um Presidente
Quando o mau sobe ao poder o humilde se esconde
E sua língua nunca bajula qualquer tipo de gente
Homem domina outro homem para seu prejuízo!

Jose Valgode

 

O conteúdo Poema interrogativo aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/poema-interrogativo/feed/ 0
Portugueses lideram projeto cultural europeu https://bomdia.eu/portugueses-lideram-projeto-cultural-europeu/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=portugueses-lideram-projeto-cultural-europeu https://bomdia.eu/portugueses-lideram-projeto-cultural-europeu/#respond Fri, 05 Jun 2020 16:45:20 +0000 https://bomdia.eu/?p=221703

O projeto de cooperação cultural Artemrede, que reúne 17 municípios portugueses, vai liderar o projeto internacional “Southern Coalition”, com parceiros de 10 países europeus, anunciou a organização. A iniciativa inclui 14 parceiros de 10 países, geograficamente posicionados ao longo do Mediterrâneo e dos Balcãs, de acordo com um comunicado da Artemrede. As organizações integradas na […]

O conteúdo Portugueses lideram projeto cultural europeu aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O projeto de cooperação cultural Artemrede, que reúne 17 municípios portugueses, vai liderar o projeto internacional “Southern Coalition”, com parceiros de 10 países europeus, anunciou a organização. A iniciativa inclui 14 parceiros de 10 países, geograficamente posicionados ao longo do Mediterrâneo e dos Balcãs, de acordo com um comunicado da Artemrede.

As organizações integradas na “Southern Coalition” (“Aliança do Sul”, em tradução livre) “identificam-se com uma ideia cultural e política do sul, e estão interessadas em desenvolver estratégias de colaboração baseadas em princípios e valores comuns que resultam da especificidade do trabalho nas periferias”, assinala a Artemrede.

O projeto tem um orçamento total no valor superior a três milhões de euros “e permitirá o envolvimento de parceiros que trabalham junto de estruturas artísticas com forte ligação aos territórios e comunidades”.

Neste grupo incluem-se redes de programação, organizações culturais e universidades em Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia, Hungria, Croácia, Roménia, Eslovénia e Sérvia.

À Artemrede vão juntar-se parceiros como a rede Transversal (Espanha), a Universidade de Belgrado (Sérvia) ou o Pogon – Zagreb Center for Independent Culture and the Youth (Croácia).

De acordo com Marta Martins, diretora-executiva da Artemrede, citada no comunicado, esta iniciativa “foi pensada para aumentar as oportunidades de colaboração, a aprendizagem inter-pares, capacitar profissionais do meio cultural e artístico e desenvolver uma visão complementar às políticas culturais centralizadas”.

Ao mesmo tempo, a entidade anunciou que foi aprovado o seu primeiro projeto pelo programa Europa Criativa, designado por “Stronger Peripheries”, que resultará em co-produções artísticas, ações de formação para profissionais das artes, e iniciativas de criação de conhecimento, à escala europeia, a partir de 2021.

Está previsto o envolvimento direto de 2.000 profissionais, chegando a 10.000 de forma indireta, segundo a Artemrede.

Com esta iniciativa, a entidade pretende “promover a cooperação entre estruturas culturais de pequena e média dimensão, que atuam em contextos periféricos e cujo trabalho assenta na ligação aos territórios e comunidades”, salienta.

O projeto “Stronger Peripheries” é um dos dois de larga escala aprovados para financiamento pelo programa Europa Criativa em Portugal.

A Artemrede também dirige atualmente o projeto europeu “A Manual on Work and Happiness”, e é parceira nos projetos Be SpectACTive! e ReShape.

A Artemrede atua, desde 2005, nas áreas da programação em rede, do apoio à criação, da formação e da mediação cultural.

Atualmente é constituída por 17 municípios associados: Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Almada, Barreiro, Lisboa, Moita, Montemor-o-Novo, Montijo, Oeiras, Palmela, Pombal, Santarém, Sesimbra, Sobral de Monte-Agraço, Tomar e Torres Vedras.

#portugalpositivo

O conteúdo Portugueses lideram projeto cultural europeu aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/portugueses-lideram-projeto-cultural-europeu/feed/ 0
Automobilismo já tem data de regresso em Portugal https://bomdia.eu/automobilismo-ja-tem-data-de-regresso-em-portugal/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=automobilismo-ja-tem-data-de-regresso-em-portugal https://bomdia.eu/automobilismo-ja-tem-data-de-regresso-em-portugal/#respond Fri, 05 Jun 2020 16:08:05 +0000 https://bomdia.eu/?p=221701

As competições automobilísticas em Portugal, suspensas devido à pandemia de covid-19, serão retomadas no dia 14 de junho, confirmou à Agência Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), Ni Amorim. A primeira prova será do Campeonato Nacional de Velocidade, que será disputado à porta fechada. “A expectativa que temos é reiniciar […]

O conteúdo Automobilismo já tem data de regresso em Portugal aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

As competições automobilísticas em Portugal, suspensas devido à pandemia de covid-19, serão retomadas no dia 14 de junho, confirmou à Agência Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), Ni Amorim.

A primeira prova será do Campeonato Nacional de Velocidade, que será disputado à porta fechada.

“A expectativa que temos é reiniciar a competição automóvel de uma forma geral, para que se pratique de forma segura e de acordo com as regras sanitárias”, disse Ni Amorim.

Entre as regras, está a impossibilidade de haver público nas bancadas, distanciamento social, uso de máscaras ou o arejamento de salas de trabalho para os comissários, por exemplo.

No entanto, o presidente da FPAK admite que possa “haver desistências de clubes que não tenham condições” económicas para levar as provas por diante.

“Admito que o calendário não se cumpra todo como está previsto, mas isso já não depende da FPAK”, sublinhou.

Para o início de julho está previsto o regresso do Nacional de Ralis, em Castelo Branco (dia 5).

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

O conteúdo Automobilismo já tem data de regresso em Portugal aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/automobilismo-ja-tem-data-de-regresso-em-portugal/feed/ 0
Feira de arte de Madrid vai ter secção dedicada a Portugal https://bomdia.eu/feira-de-arte-de-madrid-vai-ter-seccao-dedicada-a-portugal/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=feira-de-arte-de-madrid-vai-ter-seccao-dedicada-a-portugal https://bomdia.eu/feira-de-arte-de-madrid-vai-ter-seccao-dedicada-a-portugal/#respond Fri, 05 Jun 2020 15:52:28 +0000 https://bomdia.eu/?p=221700

A 12.ª edição da Feira Internacional de Arte JustMad vai decorrer entre 25 a 28 de fevereiro de 2021, em Madrid, e vai manter a secção “Solo Portugal”, dedicada a galerias portuguesas, anunciou a organização. A feira, que no início deste ano acolheu 50 galerias de países como França, Áustria, Peru, México, Moçambique, incluindo nove […]

O conteúdo Feira de arte de Madrid vai ter secção dedicada a Portugal aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

A 12.ª edição da Feira Internacional de Arte JustMad vai decorrer entre 25 a 28 de fevereiro de 2021, em Madrid, e vai manter a secção “Solo Portugal”, dedicada a galerias portuguesas, anunciou a organização.

A feira, que no início deste ano acolheu 50 galerias de países como França, Áustria, Peru, México, Moçambique, incluindo nove galerias de Portugal, voltará ao Palácio Neptuno da capital espanhola.

A JustMad – Feira Internacional de Arte Emergente é organizada pela empresa espanhola ArtFairs, também responsável pela feira JustLx, a sua versão em Lisboa, cancelada na edição deste ano devido à pandemia da convid-19.

Focado na arte emergente, o certame inclui nas suas edições um programa de atividades e debates sobre temas presentes nos discursos artísticos, como a preocupação por um futuro sustentável, o meio ambiente, as questões de género e as tecnologias.

A edição deste ano, que decorreu em fevereiro, recebeu cerca de 20 mil visitantes, e teve a participação de nove galerias de Portugal: Galeria 111, Allarts Gallery, Cisterna Galeria, Galeria das Salgadeiras, Módulo – Centro Difusor de Arte, Arte Periférica, Trema – Arte Contemporânea, de Lisboa, Sala 117, do Porto, e Galeria Nuno Sacramento, de Ílhavo.

No próximo ano, pela terceira edição consecutiva, regressa à programação a “Solo Portugal”, secção especial dedicada a galerias portuguesas, que podem inscrever-se até 30 de junho.

A Art Fairs é uma empresa espanhola promotora de feiras de arte e eventos culturais, e que organiza, desde 2009, as feiras Madridfoto (Feira Internacional de Fotografia), a JustMad (Feira Internacional de Arte Emergente), a JustMadmia (Feira Internacional de Arte Emergente de Miami) e a Summa (Feira Internacional de Arte Contemporânea).

#portugalpositivo

O conteúdo Feira de arte de Madrid vai ter secção dedicada a Portugal aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/feira-de-arte-de-madrid-vai-ter-seccao-dedicada-a-portugal/feed/ 0
Hélder Postiga na lista de Fernando Gomes à FPF https://bomdia.eu/helder-postiga-na-lista-de-fernando-gomes-a-fpf/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=helder-postiga-na-lista-de-fernando-gomes-a-fpf https://bomdia.eu/helder-postiga-na-lista-de-fernando-gomes-a-fpf/#respond Fri, 05 Jun 2020 15:33:22 +0000 https://bomdia.eu/?p=221698

Fernando Gomes formalizou a entrega das listas candidatas aos órgãos sociais da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para as eleições de 10 de julho, com o ex-futebolista Hélder Postiga na direção. De acordo com a lista, a que a Lusa teve acesso, o elenco para a direção federativa volta a contar com Humberto Coelho, João […]

O conteúdo Hélder Postiga na lista de Fernando Gomes à FPF aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

Fernando Gomes formalizou a entrega das listas candidatas aos órgãos sociais da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para as eleições de 10 de julho, com o ex-futebolista Hélder Postiga na direção. De acordo com a lista, a que a Lusa teve acesso, o elenco para a direção federativa volta a contar com Humberto Coelho, João Vieira Pinto, Pedro Pauleta, José Couceiro, Pedro Dias, Mónica Jorge e Rui Manhoso, aos quais se juntam o antigo avançado Hélder Postiga e José Alberto da Costa Ferreira, atual presidente da associação de Viseu.

Relativamente ao atual mandato registam-se as saídas de Carlos Coutada, Elísio Carneiro, que transita para o Conselho Fiscal, e Júlio Vieira, assim como de Hermínio Loureiro, que tinha suspendido o mandato de vice-presidente em janeiro, na sequência da acusação do Ministério Público na operação ‘Ajuste Secreto’, e que foi ‘substituído’ por Couceiro.

Júlio Vieira, atual diretor cooptado e antigo presidente da associação de Leiria, é o primeiro suplente ao executivo, numa lista que volta a contar ainda com Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), e com o treinador Jesualdo Ferreira.

À já conhecida cabeça de lista para o Conselho de Disciplina (CD), Cláudia Santos, para suceder a José Manuel Meirim, junta-se o nome de Luis Verde de Sousa para presidir ao Conselho de Justiça (CJ), além dos atuais líderes dos restantes órgãos, casos de José Fontelas Gomes, no Conselho de Arbitragem (CA), de Ernesto Ferreira da Silva, no Conselho Fiscal (CF), e de José Luís Arnaut, na Mesa da Assembleia-Geral (MAG).

Fernando Gomes, de 68 anos, candidata-se a um terceiro mandato, nas eleições de 10 de julho, depois de ter concorrido sem oposição às eleições de 04 de maio de 2016, alcançando 92% dos votos, e de ter sido eleito pela primeira vez em 10 de dezembro de 2011, ao derrotar Carlos Marta por 10 votos (46 contra 36), sucedendo a Gilberto Madail na presidência da FPF.

O conteúdo Hélder Postiga na lista de Fernando Gomes à FPF aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/helder-postiga-na-lista-de-fernando-gomes-a-fpf/feed/ 0
Índia e Irlanda pedem para ser observadores da CPLP https://bomdia.eu/india-e-irlanda-pedem-para-ser-observadores-da-cplp/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=india-e-irlanda-pedem-para-ser-observadores-da-cplp https://bomdia.eu/india-e-irlanda-pedem-para-ser-observadores-da-cplp/#respond Fri, 05 Jun 2020 14:59:54 +0000 https://bomdia.eu/?p=221692

A Índia e a Irlanda formalizaram o pedido para se tornarem observadores associados da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), disseram à Lusa fontes oficiais da organização. A manifestação de interesse da Índia foi apresentada em maio último e a da Irlanda em abril, adiantaram as mesmas fontes. No próximo Comité de Concertação Permanente, […]

O conteúdo Índia e Irlanda pedem para ser observadores da CPLP aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

A Índia e a Irlanda formalizaram o pedido para se tornarem observadores associados da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), disseram à Lusa fontes oficiais da organização. A manifestação de interesse da Índia foi apresentada em maio último e a da Irlanda em abril, adiantaram as mesmas fontes.

No próximo Comité de Concertação Permanente, o primeiro após o período de confinamento a que obrigou a pandemia de covid-19 em Portugal, previsto para 18 de junho, os representantes diplomáticos dos Estados-membros já deverão pronunciar-se em relação aos pedidos apresentados pelos dois países.

Em dezembro de 2019, o primeiro-ministro português, António Costa, afirmou à agência Lusa que o seu homólogo indiano, Narendra Modi, lhe comunicou a decisão da Índia de requerer o estatuto de país observador associado da CPLP.

“Estamos perante uma excelente notícia. Tenho a certeza que todos os países da CPLP irão acolher como muito positivo esse reconhecimento da parte da Índia sobre a importância geoestratégica, política e cultural de um espaço que percorre todos os continentes e que reúne cerca de 260 milhões de habitantes”, declarou na altura o primeiro-ministro português.

Já em fevereiro deste ano, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pouco depois de ter aterrado em Nova Deli, também para uma visita de Estado àquele país disse que a entrada da Índia na CPLP com o estatuto de membro associado iria concretizar-se na próxima cimeira de chefes de Estado e de Governo da organização, a realizar em Luanda, que na altura estava prevista para o início de setembro.

Agora, a pedido de Angola e na sequência da pandemia, a cimeira está prevista para julho de 2021.

O estatuto de observador foi criado na segunda cimeira da organização, na cidade da Praia, em julho de 1998, como resposta ao desejo da CPLP de alargar as colaborações extracomunitárias.

Em 2005, no Conselho de Ministros da CPLP, em Luanda, foram estabelecidas as categorias de observador associado e de observador consultivo.

Os Estados que pretendam adquirir o estatuto de observador associado terão de partilhar os respetivos princípios orientadores, designadamente no que se refere à promoção das práticas democráticas, à boa governação e ao respeito dos direitos humanos, e prosseguir através dos seus programas de governo objetivos idênticos aos da CPLP, mesmo que, à partida, não reúnam as condições necessárias para serem membros de pleno direito daquela organização, segundo o ‘site‘ oficial daquela comunidade.

Quanto às candidaturas, deverão ser “devidamente fundamentadas de modo a demonstrar um interesse real pelos princípios e objetivos da CPLP”, refere a organização, e serão apresentadas ao secretariado-executivo que, após apreciação pelo comité de concertação permanente (composto pelos embaixadores dos nove Estados-membros), as encaminhará para o Conselho de Ministros, o qual recomendará a decisão final a ser tomada pela cimeira de chefes de Estado e de Governo.

Se tudo correr como esperado relativamente à evolução dos processos das candidaturas agora em curso, na cimeira de Luanda mais 11 países deverão tornar-se observadores associados da CPLP.

Os observadores associados podem participar, sem direito a voto, nas cimeiras e no conselho de ministros, sendo-lhes facultado o acesso à correspondente documentação não confidencial, podendo ainda apresentar comunicações desde que devidamente autorizados para o efeito. Além disso, podem ser convidados para reuniões de caráter técnico.

Porém, qualquer Estado-membro da CPLP poderá, caso o julgue oportuno, solicitar que uma reunião tenha lugar sem a participação de observadores.

Atualmente, a CPLP conta com 18 países observadores associados e uma organização, que é a OEI – Organização de Estados Ibero-Americanos.

Os Estados-membros da CPLP são Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

O conteúdo Índia e Irlanda pedem para ser observadores da CPLP aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/india-e-irlanda-pedem-para-ser-observadores-da-cplp/feed/ 0
Cartões de Cidadão podem ser renovados por SMS https://bomdia.eu/cartoes-de-cidadao-podem-ser-renovados-por-sms/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=cartoes-de-cidadao-podem-ser-renovados-por-sms https://bomdia.eu/cartoes-de-cidadao-podem-ser-renovados-por-sms/#respond Fri, 05 Jun 2020 14:22:19 +0000 https://bomdia.eu/?p=221694

Os cerca de 300 mil cartões de cidadão de pessoas de pessoas com 25 ou mais anos e residentes em Portugal, que caducaram recentemente e cuja validade foi prorrogada devido à pandemia, vão beneficiar de renovação simplificada do cartão. Segundo uma nota do Ministério da Justiça (MJ), a renovação simplificada do cartão de cidadão por […]

O conteúdo Cartões de Cidadão podem ser renovados por SMS aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

Os cerca de 300 mil cartões de cidadão de pessoas de pessoas com 25 ou mais anos e residentes em Portugal, que caducaram recentemente e cuja validade foi prorrogada devido à pandemia, vão beneficiar de renovação simplificada do cartão.

Segundo uma nota do Ministério da Justiça (MJ), a renovação simplificada do cartão de cidadão por SMS, que abrange também os cartões que estão prestes a caducar, pode ser feita desde que não implique “qualquer alteração de dados”.

Assim, a partir de 6 de junho, os cidadãos nestas circunstâncias irão receber uma mensagem por telefone (SMS), caso tenham indicado essa forma de contacto, e, se não houver necessidade de proceder a uma alteração de dados (como a morada, por exemplo) ou a recolha de dados biométricos, terão apenas de responder afirmativamente à mensagem de renovação simplificada. Depois da chegada da carta-pin à morada, por correio, deve ser feito o pagamento por multibanco. O levantamento do cartão terá de ser agendado posteriormente através do telefone, indicado na carta ou pela internet para o serviço mais próximo.

A acompanhar esta medida foi criada uma linha telefónica, disponível a partir de 10 de junho, especificamente para responder a questões relacionadas com o cartão de cidadão (o 210 990 111), com funcionamento entre as 9h00 e as 17h00 de segunda a sexta-feira e 24h/7 dias da semana para cancelamentos de cartão de cidadão.

“Esta é uma das iniciativas do MJ para minimizar os efeitos resultantes das medidas impostas pelo estado de emergência e da circunstância do atendimento presencial estar a ser feito apenas por agendamento, de modo a garantir o distanciamento social e cumprindo as orientações da DGS”, refere a nota.

Por outro lado, o MJ sublinha tratar-se de uma medida que visa trazer “maior conveniência e segurança aos cidadãos, simplificar um processo que já é inovador, com recurso às tecnologias de informação e comunicação”.

O conteúdo Cartões de Cidadão podem ser renovados por SMS aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/cartoes-de-cidadao-podem-ser-renovados-por-sms/feed/ 0