BOM DIA https://bomdia.eu Portugal no Mundo Tue, 20 Oct 2020 14:42:06 +0000 pt-PT hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.9.14 Frederico Silva perde primeiro encontro em Istambul https://bomdia.eu/frederico-silva-perde-primeiro-encontro-em-istambul/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=frederico-silva-perde-primeiro-encontro-em-istambul https://bomdia.eu/frederico-silva-perde-primeiro-encontro-em-istambul/#respond Tue, 20 Oct 2020 14:19:25 +0000 https://bomdia.eu/?p=228551

O tenista português Frederico Silva foi esta terça-feira eliminado na primeira ronda do ‘challenger’ de Istambul, na Turquia, ao perder com o cazaque Dmitry Popko em dois ‘sets’. Frederico Silva, 201.º do ‘ranking’ mundial ATP, perdeu com Popko, 173.º do mundo, por 6-2 e 7-6 (7-3), após duas horas e nove minutos de jogo. O […]

O conteúdo Frederico Silva perde primeiro encontro em Istambul aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O tenista português Frederico Silva foi esta terça-feira eliminado na primeira ronda do ‘challenger’ de Istambul, na Turquia, ao perder com o cazaque Dmitry Popko em dois ‘sets’.

Frederico Silva, 201.º do ‘ranking’ mundial ATP, perdeu com Popko, 173.º do mundo, por 6-2 e 7-6 (7-3), após duas horas e nove minutos de jogo.

O português disputa na quarta-feira a primeira ronda da variante de pares, na qual faz dupla com o bielorrusso Ilya Ivashka, com ambos a defrontarem o sueco Andre Goransson e o neozelandês Artem Sitak, par segundo favorito no torneio.

 

O conteúdo Frederico Silva perde primeiro encontro em Istambul aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/frederico-silva-perde-primeiro-encontro-em-istambul/feed/ 0
Trump e Biden voltam ao debate esta quinta-feira https://bomdia.eu/trump-e-biden-voltam-ao-debate-esta-quinta-feira/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=trump-e-biden-voltam-ao-debate-esta-quinta-feira https://bomdia.eu/trump-e-biden-voltam-ao-debate-esta-quinta-feira/#respond Tue, 20 Oct 2020 13:37:45 +0000 https://bomdia.eu/?p=228550

O segundo debate de campanha para as presidenciais dos EUA, na quinta-feira, terá microfone fechado para o candidato que não estiver a falar, em parte do tempo, para evitar o caos do primeiro confronto televisivo. O contágio do Presidente Donald Trump com o novo coronavírus, no início deste mês, impediu o confronto televisivo marcado para […]

O conteúdo Trump e Biden voltam ao debate esta quinta-feira aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O segundo debate de campanha para as presidenciais dos EUA, na quinta-feira, terá microfone fechado para o candidato que não estiver a falar, em parte do tempo, para evitar o caos do primeiro confronto televisivo.

O contágio do Presidente Donald Trump com o novo coronavírus, no início deste mês, impediu o confronto televisivo marcado para o passado dia 15 – que chegou a ser pensado de forma virtual, um formato recusado pelo candidato republicano – empurrando para a noite de quinta-feira (madrugada de sexta-feira em Lisboa) o segundo confronto televisivo, numa altura em que muitos eleitores já recorreram à votação antecipada.

O confronto de quinta-feira será sempre comparado com o primeiro, de 29 de setembro, depois das intensas críticas, pela falta de ordem e elevação, e será um teste importante para Trump, que tem vindo a perder terreno nas sondagens para o seu rival democrata, Joe Biden.

A comissão organizadora dos debates decidiu impor regras mais restritivas para a interação entre os dois concorrentes à Casa Branca, abrindo o microfone apenas para o candidato que estiver a falar, durante parte do confronto, impedindo assim que se atropelem, como sucedeu demasiadas vezes na primeira vez que Trump e Biden se enfrentaram.

O formato agrada ao candidato democrata, que se tinha queixado de não ter conseguido apresentar as suas ideias de forma coerente, mas foi já alvo de críticas do republicano, que acusa as novas regras de beneficiarem Biden, da mesma forma que questiona a imparcialidade de Kirsten Welker, a moderadora da estação televisiva NBC, que transmite o debate.

O diretor de campanha de Trump, Bill Stepien, queixa-se ainda de este segundo debate voltar a deixar de fora os temas de política internacional.

O debate vai ser focado em cinco questões: a luta contra a pandemia de covid-19; as famílias americanas; as raças na América; mudanças climáticas; segurança nacional; liderança.

A comitiva de Joe Biden aceita este menu de debate, dizendo que ele é da responsabilidade da NBC, que transmite a partir de Nashville, Tennessee, e acusa Trump de tentar fugir aos tópicos mais desconfortáveis para o Governo, nomeadamente o combate à pandemia.

Cada tema ocupará 15 minutos do debate de hora e meia e, no início dos tópicos, cada candidato terá dois minutos de tempo não interrompido (fechando-se o microfone do adversário), antes de ser aberto o espaço de discussão e de interação.

No tópico da liderança, a estação televisiva já deu a entender que será de novo debatido o processo eleitoral, que tem vindo a ser alvo de críticas do Partido Republicano, que admite contestar o resultado final se não forem asseguradas todas as condições de transparência e segurança.

De acordo com a iniciativa Projeto Eleitoral, uma organização independente, até agora já recorreram à votação antecipada cerca de 28 milhões de eleitores (por correio ou de forma presencial).

Este número, bem mais elevado do que os seis milhões que tinham votado a duas semanas das eleições em 2016, dever-se-á em grande parte à pandemia de covid-19.

O conteúdo Trump e Biden voltam ao debate esta quinta-feira aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/trump-e-biden-voltam-ao-debate-esta-quinta-feira/feed/ 0
Irlandeses confinam durante seis semanas https://bomdia.eu/irlandeses-confinam-durante-seis-semanas/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=irlandeses-confinam-durante-seis-semanas https://bomdia.eu/irlandeses-confinam-durante-seis-semanas/#respond Tue, 20 Oct 2020 13:16:55 +0000 https://bomdia.eu/?p=228547

O Governo irlandês decretou esta semana o alerta máximo do plano de combate à pandemia de covid-19, que obriga os cidadãos a permanecerem em casa e o encerramento de bares, restaurantes e comércios não essenciais, mantendo abertas escolas e creches. O novo confinamento, menos restrito que o imposto na primeira vaga da pandemia do novo […]

O conteúdo Irlandeses confinam durante seis semanas aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O Governo irlandês decretou esta semana o alerta máximo do plano de combate à pandemia de covid-19, que obriga os cidadãos a permanecerem em casa e o encerramento de bares, restaurantes e comércios não essenciais, mantendo abertas escolas e creches.

O novo confinamento, menos restrito que o imposto na primeira vaga da pandemia do novo coronavírus, entrará em vigor na próxima quinta-feira e durará seis semanas, prevendo levantar progressivamente as restrições até ao início de dezembro, para que a economia possa recuperar durante o período natalício.

O aumento acentuado no número de casos covid-19 na semana passada forçou o governo de Dublin a decretar o alerta máximo em toda a República da Irlanda, seguindo as recomendações dos conselheiros sanitários.

Leia o artigo completo em Jornal de Notícias.

O conteúdo Irlandeses confinam durante seis semanas aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/irlandeses-confinam-durante-seis-semanas/feed/ 0
Alunos chineses aprendem português em Castelo Branco https://bomdia.eu/alunos-chineses-aprendem-portugues-em-castelo-branco/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=alunos-chineses-aprendem-portugues-em-castelo-branco https://bomdia.eu/alunos-chineses-aprendem-portugues-em-castelo-branco/#respond Tue, 20 Oct 2020 12:59:36 +0000 https://bomdia.eu/?p=228546

O Politécnico de Castelo Branco (IPCB) recebeu, pelo quarto ano consecutivo, alunos chineses do Instituto Politécnico de Macau, no âmbito de um protocolo entre as duas instituições, para aprendizagem e ensino da língua portuguesa. O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) recebeu, recentemente, uma turma de 16 alunos chineses do Instituto Politécnico de Macau (IPM) […]

O conteúdo Alunos chineses aprendem português em Castelo Branco aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O Politécnico de Castelo Branco (IPCB) recebeu, pelo quarto ano consecutivo, alunos chineses do Instituto Politécnico de Macau, no âmbito de um protocolo entre as duas instituições, para aprendizagem e ensino da língua portuguesa.

O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) recebeu, recentemente, uma turma de 16 alunos chineses do Instituto Politécnico de Macau (IPM) que, durante um ano, vão estudar nesta instituição de ensino superior público portuguesa.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o IPCB explica que os estudantes, que chegaram na semana passada, são oriundos de várias cidades da China e frequentam uma Licenciatura em Português, cujo 2.º ano curricular é realizado em Castelo Branco, no âmbito de um protocolo estabelecido entre as duas instituições de ensino.

Este é o quarto ano consecutivo que o IPCB recebe alunos do IPM, sendo que já passaram pela instituição de ensino superior público portuguesa mais de 50 alunos chineses que durante um ano letivo vieram estudar na Escola Superior de Educação de Castelo Branco (ESECB).

“A iniciativa tem como objetivo proporcionar a estes alunos a aprendizagem da língua portuguesa e o conhecimento da cultura do nosso país, estando prevista a realização de algumas visitas de estudo, desde que seja possível garantir as necessárias condições de segurança e o cumprimento das limitações impostas pela situação epidemiológica da covid-19”, lê-se na nota.

O protocolo entre o IPCB e o Politécnico de Macau tem-se consolidado ao longo dos últimos quatro anos, com os resultados alcançados no âmbito desta cooperação.

O conteúdo Alunos chineses aprendem português em Castelo Branco aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/alunos-chineses-aprendem-portugues-em-castelo-branco/feed/ 0
Empresa de Macau divulga moda portuguesa em feira internacional https://bomdia.eu/empresa-de-macau-divulga-moda-portuguesa-em-feira-internacional/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=empresa-de-macau-divulga-moda-portuguesa-em-feira-internacional https://bomdia.eu/empresa-de-macau-divulga-moda-portuguesa-em-feira-internacional/#respond Tue, 20 Oct 2020 12:51:49 +0000 https://bomdia.eu/?p=228544

Uma empresa de Macau vai mostrar cinco marcas de moda portuguesas numa feira internacional no território, com o objetivo de dar oportunidade às novas designers. Clara Brito, cofundadora da empresa de Macau Munhub, destacou que a Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (2020PLPEX), que arranca na quinta-feira, servirá para “dar oportunidade […]

O conteúdo Empresa de Macau divulga moda portuguesa em feira internacional aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

Uma empresa de Macau vai mostrar cinco marcas de moda portuguesas numa feira internacional no território, com o objetivo de dar oportunidade às novas designers.

Clara Brito, cofundadora da empresa de Macau Munhub, destacou que a Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (2020PLPEX), que arranca na quinta-feira, servirá para “dar oportunidade para as designers mostrarem os seus trabalhos na China”.

Sara França, Beatriz Julião, Marta Branco, Inês Botas, serão uma estreia “com sangue novo”, enquanto Gaura já colaborou com a empresa de Macau, explicou à Lusa.

Devido à pandemia da covid-19, as designers não vão poder marcar presença, devido às restrições fronteiriças à entrada em Macau.

Neste contexto, a aposta deste ano estará centrada “no público local”, indicou Clara Brito.

Os desfiles da Munhub terão lugar duas vezes por dia, durante os três dias da 2020PLPEX, detalhou.

No mesmo dia e espaço da 2020PLPEX decorrem ainda mais duas feiras: a 25.º Feira Internacional de Macau e a Exposição de Franquia de Macau 2020.

Os três eventos ocupam uma área de 25 mil metros quadrados, com mais de 1.200 espaços de exposição de produtos.

Também na quinta-feira, Macau vai organizar a Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa de forma ‘online’ e ‘offline’ para alargar o público e permitir que todos possam “experimentar as culturas sinolusófonas diversificadas”.

Com cerca de 40 apresentações culturais de 11 países e regiões, entre as quais Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Goa, Damão e Diu, e Macau e China interior, o programa online terá início no dia 22 de outubro, informou em comunicado o Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum de Macau), organizador do evento.

Com loja nos Açores e peças disponíveis para venda também em Berlim, a marca portuguesa Sara França foca-se em vestuário desportivo e trendy, mas também inclui peças clássicas. Com preocupações éticas, cada peça é costurada no ateliê da marca. Conceito é a palavra-chave e é isso mesmo que se vai testemunhar no desfile de moda de Sara França, já este mês, na 葡語國家產品及服務展(澳門) PLPEX 2020.#plpex2020 #munhub #mif2020 #macau #china #portugal #fashion #design #fashionshow #fashionhappenings #models #venetianmacao #sarafranca Sara França

Gepostet von Munhub am Freitag, 16. Oktober 2020

#portugalpositivo

O conteúdo Empresa de Macau divulga moda portuguesa em feira internacional aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/empresa-de-macau-divulga-moda-portuguesa-em-feira-internacional/feed/ 0
Rugby: jogo entre Portugal e Espanha suspenso https://bomdia.eu/rugby-jogo-entre-portugal-e-espanha-suspenso/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=rugby-jogo-entre-portugal-e-espanha-suspenso https://bomdia.eu/rugby-jogo-entre-portugal-e-espanha-suspenso/#respond Tue, 20 Oct 2020 12:12:23 +0000 https://bomdia.eu/?p=228542

O encontro Espanha-Portugal, da última jornada do Europe Championship de râguebi, está novamente suspenso devido ao “ressurgimento da pandemia de covid-19”, anunciou esta terça-feira a Rugby Europe. A partida estava remarcada para 15 de novembro, em Madrid, depois de ter sido suspensa, em março, devido à covid-19, mas a recente evolução dos números da pandemia […]

O conteúdo Rugby: jogo entre Portugal e Espanha suspenso aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O encontro Espanha-Portugal, da última jornada do Europe Championship de râguebi, está novamente suspenso devido ao “ressurgimento da pandemia de covid-19”, anunciou esta terça-feira a Rugby Europe.

A partida estava remarcada para 15 de novembro, em Madrid, depois de ter sido suspensa, em março, devido à covid-19, mas a recente evolução dos números da pandemia no continente europeu levou o organismo a suspender “todos os jogos planeados até ao fim de novembro” sob a sua alçada.

Em comunicado, a Rugby Europe refere, ainda, que continuará a “monitorizar” a situação em conjunto com as federações, governos e autoridades de saúde locais e que irá “respeitas as instruções recebidas no interesse da saúde pública”, motivo pelo qual “não será anunciado qualquer reagendamento das partidas no imediato”.

Contactado pela agência Lusa, o presidente da Federação Portuguesa de Râguebi lamentou a suspensão do encontro e disse, ainda, que aguarda por uma decisão da World Rugby quanto à possível realização das partidas com as Ilhas Fiji (06 de novembro) e com o Brasil (21 e 28 de novembro).

Sobre os encontros com os ‘tupis’, em Lisboa, Carlos Amado da Silva confirmou que estão, entretanto, “confirmados e financiados” e que só não terão lugar se o organismo que tutela o râguebi mundial vier a decidir em contrário.

 

O conteúdo Rugby: jogo entre Portugal e Espanha suspenso aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/rugby-jogo-entre-portugal-e-espanha-suspenso/feed/ 0
Alunas portuguesas vencem prémio europeu de inovação alimentar https://bomdia.eu/alunas-portuguesas-vencem-premio-europeu-de-inovacao-alimentar/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=alunas-portuguesas-vencem-premio-europeu-de-inovacao-alimentar https://bomdia.eu/alunas-portuguesas-vencem-premio-europeu-de-inovacao-alimentar/#respond Tue, 20 Oct 2020 12:00:49 +0000 https://bomdia.eu/?p=228539

Portugal conquistou o primeiro prémio na Ecotrophelia Europe, considerada a maior competição europeia em eco-inovação alimentar, com um preparado de duas estudantes de mestrado da Universidade de Aveiro. O preparado alimentar “Orangebee”, à base de aquafaba e pólen apícola, que reutiliza desperdícios da indústria alimentar, foi o vencedor da competição que juntou estudantes universitários de […]

O conteúdo Alunas portuguesas vencem prémio europeu de inovação alimentar aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

Portugal conquistou o primeiro prémio na Ecotrophelia Europe, considerada a maior competição europeia em eco-inovação alimentar, com um preparado de duas estudantes de mestrado da Universidade de Aveiro.

O preparado alimentar “Orangebee”, à base de aquafaba e pólen apícola, que reutiliza desperdícios da indústria alimentar, foi o vencedor da competição que juntou estudantes universitários de 13 países europeus, sendo a edição deste ano a quarta participação portuguesa.

A competição visa promover a inovação, o empreendedorismo e a competitividade do setor agroalimentar europeu, desafiando estudantes do ensino superior a desenvolverem produtos inovadores e sustentáveis.

Bárbara Vitoriano e Adelaide Olim, alunas de mestrado em biotecnologia alimentar e design, respetivamente, na Universidade de Aveiro, desenvolveram um preparado fermentado de aquafaba (água que resulta da cozedura de leguminosas) com uma camada de geleia de laranja, polvilhado com pólen apícola.

Trata-se de um produto alimentar “que pode ser utilizado como sobremesa, e reutiliza resíduos habitualmente desprezados pela indústria alimentar”.

De acordo com as mentoras do projeto, o Orangebee “é um preparado fermentado sem gordura e fonte de fibra, com 89 kcal por porção (que providencia 8% da dose diária recomendada de vitamina C e 21% da dose diária de FOS, prebiótico importante na regulação do trânsito intestinal), sendo um produto vegetariano, sem glúten e lactose.

Devido à presença do pólen apícola, considerado alimento funcional, fornece também uma quantidade considerável de vitaminas antioxidantes e flavonoides, essenciais na proteção do organismo contra as agressões externas.

Christoph Hartmann, da Nestlé, que liderou o júri europeu, explicou a escolha: “o produto Orangebee tem um design bastante apelativo, muita qualidade e uma proposta de valor elevada. É um excelente contributo para o futuro da inovação alimentar.”

O Orangebee foi o projeto eco-inovador que representou Portugal, após o apuramento na competição nacional, de entre os 13 países em competição e as 14 universidades europeias presentes.

Os projetos desenvolvidos pelas equipas de estudantes da Grécia e da Islândia garantiram o segundo e terceiro lugar do pódio, respetivamente – o projeto O-live, que desenvolveu gressinos à base de azeite e com diferentes recheios de vegetais e frutos gregos, e o projeto Frosti, que apresentou uma solução de flocos de skyr sem lactose.

#portugalpositivo

 

O conteúdo Alunas portuguesas vencem prémio europeu de inovação alimentar aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/alunas-portuguesas-vencem-premio-europeu-de-inovacao-alimentar/feed/ 0
Camões reforça ensino de português em Utah https://bomdia.eu/camoes-reforca-ensino-de-portugues-em-utah/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=camoes-reforca-ensino-de-portugues-em-utah https://bomdia.eu/camoes-reforca-ensino-de-portugues-em-utah/#respond Tue, 20 Oct 2020 11:47:34 +0000 https://bomdia.eu/?p=228537

O Estado norte-americano do Utah assinou um memorando de entendimento com o instituto português Camões para proporcionar “uma vertente cada vez mais global da língua portuguesa” aos seus estudantes, dos quais 2.600 aprendem este idioma. Em comunicado, o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua refere que o memorando de entendimento foi assinado na […]

O conteúdo Camões reforça ensino de português em Utah aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O Estado norte-americano do Utah assinou um memorando de entendimento com o instituto português Camões para proporcionar “uma vertente cada vez mais global da língua portuguesa” aos seus estudantes, dos quais 2.600 aprendem este idioma.

Em comunicado, o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua refere que o memorando de entendimento foi assinado na segunda-feira entre este organismo e a Direção Escolar do Estado do Utah.

O objetivo do acordo é “a promoção da língua e cultura portuguesas nos Estados Unidos”.

No estado do Utah cerca de 60 mil alunos do ensino básico e secundário aprendem línguas estrangeiras, ao abrigo de programas de imersão bilingues, dos quais mais de 2.600 aprendem a língua portuguesa, nos diversos níveis de proficiência, em cerca de 18 escolas da direção escolar.

O programa de imersão bilingue Inglês-Português abrange nove escolas do ensino básico, 1.° ciclo, seis escolas do ensino básico, 2.° ciclo, e três escolas do ensino secundário).

“Com este memorando de entendimento pretende-se estabelecer os termos de cooperação no desenvolvimento de atividades educacionais conjuntas, a fim de apoiar o ensino e a aprendizagem das respetivas línguas e culturas”, lê-se no comunicado do Camões.

Outro objetivo do acordo é “promover um melhor conhecimento e compreensão dos respetivos sistemas educativos, facilitar oportunidades de desenvolvimento profissional aos respetivos professores e administradores e estabelecer colaboração entre as escolas e encorajar a sua colaboração em projetos comuns”.

O acordo permitirá “alargar e dinamizar a promoção da língua e cultura portuguesas no Estado do Utah” e abre a possibilidade de “recrutamento de professores visitantes, altamente qualificados”.

O Camões congratulou-se com a assinatura deste memorando, classificando-o de “um sinal inequívoco do interesse crescente pela aprendizagem da língua portuguesa nos Estados Unidos da América”.

#portugalpositivo

O conteúdo Camões reforça ensino de português em Utah aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/camoes-reforca-ensino-de-portugues-em-utah/feed/ 0
Cidadãos de Hong Kong aprendem português para poderem emigrar https://bomdia.eu/cidadaos-de-hong-kong-aprendem-portugues-para-poderem-emigrar/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=cidadaos-de-hong-kong-aprendem-portugues-para-poderem-emigrar https://bomdia.eu/cidadaos-de-hong-kong-aprendem-portugues-para-poderem-emigrar/#respond Tue, 20 Oct 2020 11:38:14 +0000 https://bomdia.eu/?p=228536

A situação política em Hong Kong está a levar a uma procura crescente de aulas de língua portuguesa, com uma escola no território a propor “cursos intensivos para emigrar”, lecionados online por causa da pandemia. Aos sábados, durante duas horas, Anaïs Barroso ensina a partir de Lisboa uma dezena de alunos inscritos num dos cursos, […]

O conteúdo Cidadãos de Hong Kong aprendem português para poderem emigrar aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

A situação política em Hong Kong está a levar a uma procura crescente de aulas de língua portuguesa, com uma escola no território a propor “cursos intensivos para emigrar”, lecionados online por causa da pandemia.

Aos sábados, durante duas horas, Anaïs Barroso ensina a partir de Lisboa uma dezena de alunos inscritos num dos cursos, lançado pela escola Portuguesinho.hk, de que é cofundadora, através da aplicação Zoom.

À medida que os alunos vão “entrando” na aula virtual, a portuguesa saúda as sete mulheres e três homens residentes em Hong Kong com um “Olá, tudo bem?”.

O ecrã do computador faz as vezes do quadro, mostrando os exercícios e diálogos do manual fornecido pelo Instituto Português do Oriente (IPOR).

“Hoje vamos estudar os dias da semana e os números de telefone, é importante saberem dizer o vosso número de telemóvel em português”, explica Anaïs, em inglês.

Um dos alunos tenta o exercício e enumera os dígitos com surpreendente rapidez: já é a segunda vez que faz o curso de iniciação, conta a professora, e “é muito motivado”.

“A maioria das pessoas que está interessada em aprender português neste momento é porque quer emigrar, e nós preparamo-las nesse sentido”, explica, com “assuntos do dia a dia de que possam vir a precisar quando vierem para Portugal”.

A professora também responde a muitas perguntas sobre as cidades com melhor qualidade de vida ou as escolas internacionais para os filhos.

Numa das ‘janelas’ da aplicação usada para a aula está um casal que aceita falar à Lusa, mas pede para não ser identificado.

Na casa dos quarenta, com dois filhos pequenos, são analistas informáticos em Hong Kong, e emigrar está nos seus planos.

“A situação em Hong Kong está a piorar em relação às liberdades”, lamenta o analista. “No meu círculo, entre os meus colegas, estamos a falar em emigrar e a discutir se os nossos filhos devem ir estudar para o estrangeiro”.

Ele nasceu em Macau e tem passaporte português, mas gostava que a mulher também obtivesse a cidadania, e para isso é preciso aprender o idioma até ao nível A2, o grau exigido pela lei portuguesa. “Para a apoiar, também estou a aprender”, conta o luso-chinês.

“É uma forma de abrirmos uma possibilidade para nós e para os nossos filhos. Assim podemos ter mais escolha no futuro”, explica.

De Portugal, só tem a imagem que lhe transmitiu um primo de Macau que viaja muitas vezes para o país: um “sítio simpático, com bom tempo”. “Quero saber o que o leva a ir lá com tanta frequência”, brinca.

Mas quando se pergunta se estão a pensar emigrar para Portugal, a resposta é “talvez”.

“Aprender português para obter a nacionalidade é o primeiro passo para nos permitir emigrar para a Europa”, explica.

Os dois já se inscreveram no próximo curso de língua portuguesa, depois de terminarem o primeiro módulo, com dez aulas.

O curso de português para emigrar foi lançado em junho e “a grande maioria” dos alunos da escola, perto de uma centena, pensa em ir viver para Portugal, garante Anaïs Barroso.

Para a portuguesa, que regressou ao país há dois anos, depois de ter vivido quatro anos na China continental e em Macau, “a crescente procura dos habitantes de Hong Kong” de aulas do idioma está relacionada com a situação política, com um “grande aumento no verão”, após a aprovação da lei da segurança nacional no território.

Em junho, em resposta aos protestos contra o Governo que abalaram o território no ano passado, a China impôs à antiga colónia britânica uma lei que pune atividades subversivas, secessão, terrorismo e conluio com forças estrangeiras com penas que podem ir até à prisão perpétua.

“As pessoas já tinham começado a ouvir falar de Portugal, também por causa dos vistos ‘gold’, mas penso que este interesse deles em vir para Portugal tem a ver com a instabilidade política”, explica Anaïs.

Sam Lo, de 29 anos, é uma das raras exceções: apesar de estar inscrita no curso para emigrar, diz que decidiu aprender a língua por ter tido um namorado português que despertou a sua curiosidade em relação ao idioma, que “não se parece com nenhuma das línguas na Europa”.

É também a única que aceita ser identificada, numa altura em que o clima político leva a maioria a recusar falar ou a pedir o anonimato, temendo consequências se falarem aos média estrangeiros.

“Hong Kong está a ficar como a China continental, as pessoas sentem que não podem dizer nada”, lamenta Sam.

Fundada em janeiro deste ano, a escola foi batizada com o nome “Portuguesinho” por sugestão de uma das fundadoras e diretora do estabelecimento, Jan Hung, natural de Hong Kong e residente no território.

“Foi ideia da Jan, porque ela acha muito engraçado nós usarmos tantos diminutivos”, explica Anaïs, com 25 anos.

As duas conheceram-se num intercâmbio organizado pelo curso de Tradução e Interpretação de Português-Chinês, uma parceria entre os Institutos Politécnicos de Leiria e de Macau, e ficaram amigas.

“A Jan já dava aulas de português numa associação e começou a notar uma crescente procura”, recorda, até porque, se “em Macau há bastante oferta”, em Hong Kong não é assim.

“Macau sempre teve mais relação com o português, e estou satisfeita que em Hong Kong também haja quem queira aprender a língua”, disse.

O conteúdo Cidadãos de Hong Kong aprendem português para poderem emigrar aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/cidadaos-de-hong-kong-aprendem-portugues-para-poderem-emigrar/feed/ 0
Eusébio, Figo e Ronaldo candidatos à equipa de sonho da France Football https://bomdia.eu/eusebio-figo-e-ronaldo-candidatos-a-equipa-de-sonho-da-france-football/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=eusebio-figo-e-ronaldo-candidatos-a-equipa-de-sonho-da-france-football https://bomdia.eu/eusebio-figo-e-ronaldo-candidatos-a-equipa-de-sonho-da-france-football/#respond Tue, 20 Oct 2020 11:17:28 +0000 https://bomdia.eu/?p=228535

Os futebolistas portugueses Cristiano Ronaldo, Luís Figo e Eusébio estão entre os candidatos à Bola de Ouro ‘Dream Team’ da France Football, um desafio lançado para encontrar a melhor equipa de todos os tempos. Ronaldo, o argentino Messi, o holandês Robben, o italiano Buffon, o alemão Neuer, os espanhóis Sergio Ramos, Busquets e Iniesta e […]

O conteúdo Eusébio, Figo e Ronaldo candidatos à equipa de sonho da France Football aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

Os futebolistas portugueses Cristiano Ronaldo, Luís Figo e Eusébio estão entre os candidatos à Bola de Ouro ‘Dream Team’ da France Football, um desafio lançado para encontrar a melhor equipa de todos os tempos.

Ronaldo, o argentino Messi, o holandês Robben, o italiano Buffon, o alemão Neuer, os espanhóis Sergio Ramos, Busquets e Iniesta e o brasileiro Marcelo são os únicos jogadores no ativo que estão na lista.

O capitão da seleção portuguesa vai concorrer para a posição de avançado esquerdo, juntamente com o ucraniano Oleg Blokhin, o sérvio Dragan Dzajic, o galês Ryan Giggs (Gal), o francês Thierry Henry, os brasileiros Rivaldo, Roberto Rivelino e Ronaldinho, o inglês Stanley Matthews, o alemão Karl-Heinz Rummenigge e o búlgaro Hristo Stoichkov.

Quanto a Figo, está nomeado para preencher o lugar de avançado direito e vai disputar a nomeação final com os ingleses David Beckham, George Best e Kevin Keegan, o camaronês Samuel Eto’o, os brasileiros Garrincha e Jairzinho, além de Lionel Messi e Arjen Robben.

Eusébio aparece como possibilidade para melhor avançado centro, juntamente com os holandeses Dennis Bergkamp, Johan Cruyff e Marco van Basten, o escocês Kenny Dalglish, o húngaro Sandor Kocsis, o alemão Gerd Müller, os brasileiros Romário e Ronaldo Nazário e George Weah, da Libéria.

A longa lista conta ainda com dois guarda-redes que passaram pelo futebol português, como o espanhol Iker Casillas, que representou o FC Porto, e o dinamarquês Peter Schemeichel, que passou pelo Sporting.

Com o cancelamento da atribuição da Bola de Ouro em 2020, devido à pandemia da covid-19, a France Football decidiu criar um modelo do prémio para encontrar o melhor ‘onze’ de todos os tempos.

Lista completa dos candidatos:

– Guarda-redes: Gordon Banks (Ing), Gianluigi Buffon (Ita), Iker Casillas (Esp), Sepp Maier (Ale), Manuel Neuer (Ale), Thomas Nkono (Cam), Peter Schmeichel (Din), Edwin van der Sar (Hol), Lev Yachine (URSS) e Dino Zoff (Ita).

– Defesa direito: Giuseppe Bergomi (Ita), Cafu (Bra), Carlos Alberto (Bra), Djalma Santos (Bra), Claudio Gentile (Ita), Manfred Kaltz (Ale), Philipp Lahm (Ale), Wim Suurbier (Hol), Lilian Thuram (Fra) e Berti Vogts (Ale).

– Defesa central: Franco Baresi (Ita), Franz Beckenbauer (Ale), Fabio Cannavaro (Ita), Marcel Desailly (Fra), Ronald Koeman (Hol), Bobby Moore (Ing), Daniel Passarella (Arg), Matthias Sammer (Ale), Gaetano Scirea (Ita) e Sergio Ramos (Esp).

– Defesa esquerdo: Andreas Brehme (Ale), Paul Breitner (Ale), Antonio Cabrini (Ita), Giacinto Facchetti (Ita) Junior (Bra), Ruud Krool (Hol), Paolo Maldini (Ita), Marcelo (Bra), Nilton Santos (Bra) e Roberto Carlos (Bra).

– Médio: Jozsef Bozsik (Hun), Sergio Busquets (Esp), Didi (Bra), Paulo Roberto Falcao (Bra), Steven Gerrard (Ing), Gerson (Bra), Pep Guardiola (Esp), Josef Masopust (Che), Lothar Matthäus (Ale), Johan Neeskens (Hol), Andrea Pirlo (Ita), Fernando Redondo (Arg), Frank Rijkaard (Hol), Bernd Schuster (Ale), Clarence Seedorf (Hol), Luis Suárez (Esp), Marco Tardelli (Ita), Jean Tigana (Fra), Xabi Alonso (Esp) e Xavi Hernández (Esp).

– Médios ofensivos: Roberto Baggio (Ita), Bobby Charlton (Ing), Alfredo di Stéfano (Arg/Esp), Enzo Francescoli (Uru), Ruud Gullit (Hol), Gheorghe Hagi (Rom), Andrés Iniesta (Esp), Raymond Kopa (Fra), Ladislao Kubala (Hun/Esp), Diego Maradona (Arg), Alessandro Mazzola (Ita), Pele (Bra), Michel Platini (Fra), Ferenc Puskas (Hun/Esp), Gianni Rivera (Ita), Juan Alberto Schiaffino (Uru), Sócrates (Bra), Francesco Totti (Ita), Zico (Bra) e Zinedine Zidane (Fra).

– Avançado direito: Luís Figo (POR), David Beckham (Ing), George Best (Ing), Samuel Eto’o (Cam), Garrincha (Bra), Jairzinho (Bra), Kevin Keegan (Ing), Leo Messi (Arg) e Arjen Robben (Hol).

– Avançado centro: Eusébio (POR), Dennis Bergkamp (Hol), Johan Cruyff (Hol), Kenny Dalglish (Esc), Sandor Kocsis (Hun), Gerd Müller (Ale), Romário (Bra), Ronaldo Nazário (Bra), Marco van Basten (Hol) e George Weah (Lib).

Avançado esquerdo: Cristiano Ronaldo (POR), Oleg Blokhin (Ucr), Dragan Dzajic (Yug), Ryan Giggs (Gal), Thierry Henry (Fra), Rivaldo (Bra), Roberto Ronalino (Bra), Stanley Matthews (Ing) , Ronaldinho (Bra), Karl-Heinz Rummenigge (Ale) e Hristo Stoichkov (Bul).

#portugalpositivo

O conteúdo Eusébio, Figo e Ronaldo candidatos à equipa de sonho da France Football aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/eusebio-figo-e-ronaldo-candidatos-a-equipa-de-sonho-da-france-football/feed/ 0
Miguel Oliveira de olhos postos no Grande Prémio de Espanha https://bomdia.eu/miguel-oliveira-de-olhos-postos-no-grande-premio-de-espanha/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=miguel-oliveira-de-olhos-postos-no-grande-premio-de-espanha https://bomdia.eu/miguel-oliveira-de-olhos-postos-no-grande-premio-de-espanha/#respond Tue, 20 Oct 2020 11:10:42 +0000 https://bomdia.eu/?p=228533

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) ambiciona “melhorar definitivamente o resultado” no Grande Prémio de Teruel de MotoGP, em Espanha, comparativamente com o 16.º lugar conseguido no domingo. Para esta 11.ª corrida da temporada, outra vez no circuito Motorland, de Aragão, Miguel Oliveira sabe que esse objetivo “é claro”. “Precisamos de um par de dias […]

O conteúdo Miguel Oliveira de olhos postos no Grande Prémio de Espanha aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) ambiciona “melhorar definitivamente o resultado” no Grande Prémio de Teruel de MotoGP, em Espanha, comparativamente com o 16.º lugar conseguido no domingo.

Para esta 11.ª corrida da temporada, outra vez no circuito Motorland, de Aragão, Miguel Oliveira sabe que esse objetivo “é claro”.

“Precisamos de um par de dias para refletir e tentar encontrar soluções para a segunda prova [consecutiva] neste circuito”, disse o piloto de Almada, em declarações difundidas pela sua assessoria de imprensa.

Com 10 corridas já disputadas, Miguel Oliveira ocupa a 10.ª posição do campeonato, com 69 pontos, depois de, na ronda anterior, ter ficado de fora dos lugares pontuáveis devido a dificuldades de afinação da sua KTM, de forma a colocar os pneus à temperatura ideal de utilização.

Depois da prova do próximo domingo, o campeonato para uma semana, regressando para as três rondas finais, duas em Valência e o GP de Portugal, no Algarve, em 22 de novembro.

O conteúdo Miguel Oliveira de olhos postos no Grande Prémio de Espanha aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/miguel-oliveira-de-olhos-postos-no-grande-premio-de-espanha/feed/ 0
Sporting empresta médio ao Dínamo Zagreb https://bomdia.eu/sporting-empresta-medio-ao-dinamo-zagreb/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=sporting-empresta-medio-ao-dinamo-zagreb https://bomdia.eu/sporting-empresta-medio-ao-dinamo-zagreb/#respond Tue, 20 Oct 2020 11:05:03 +0000 https://bomdia.eu/?p=228531

O Dínamo Zagreb oficializou esta terça-feira a chegada do médio Josip Misic por empréstimo do Sporting até final da época, num acordo com opção de compra para o líder do campeonato croata de futebol. Em nota na sua página, o campeão croata lembra que o médio foi campeão e venceu a Taça da Croácia ao […]

O conteúdo Sporting empresta médio ao Dínamo Zagreb aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O Dínamo Zagreb oficializou esta terça-feira a chegada do médio Josip Misic por empréstimo do Sporting até final da época, num acordo com opção de compra para o líder do campeonato croata de futebol.

Em nota na sua página, o campeão croata lembra que o médio foi campeão e venceu a Taça da Croácia ao serviço do Rijeka, conseguindo em 2017 ‘travar’ uma sequência de 10 títulos consecutivos do Dínamo.

O clube croata refere ainda que Misic, que tem duas internacionalizações, é o quinto futebolista a jogar no Sporting e no Dínamo Zagreb, depois de Tomislav Ivkovic, Danijel Pranjic, Tonel e Wilson Eduardo.

 

O conteúdo Sporting empresta médio ao Dínamo Zagreb aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/sporting-empresta-medio-ao-dinamo-zagreb/feed/ 0
Modelo 3 da Tesla vai ser vendido em Portugal https://bomdia.eu/modelo-3-da-tesla-vai-ser-vendido-em-portugal/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=modelo-3-da-tesla-vai-ser-vendido-em-portugal https://bomdia.eu/modelo-3-da-tesla-vai-ser-vendido-em-portugal/#respond Tue, 20 Oct 2020 10:57:35 +0000 https://bomdia.eu/?p=228528

O fabricante norte-americano de veículos elétricos Tesla vai começar a exportar o Modelo 3, que é fabricado na China, para a Europa, incluindo Portugal, a partir da próxima semana, informou esta segunda-feira a imprensa local. O primeiro lote de veículos, fabricado em Xangai, sairá daquela cidade, na próxima terça-feira, com destino ao porto de Zeebrugge, […]

O conteúdo Modelo 3 da Tesla vai ser vendido em Portugal aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O fabricante norte-americano de veículos elétricos Tesla vai começar a exportar o Modelo 3, que é fabricado na China, para a Europa, incluindo Portugal, a partir da próxima semana, informou esta segunda-feira a imprensa local.

O primeiro lote de veículos, fabricado em Xangai, sairá daquela cidade, na próxima terça-feira, com destino ao porto de Zeebrugge, na Bélgica.

Portugal está entre os países onde estes veículos serão distribuídos. Espanha, Alemanha, França e Itália são os outros mercados.

“Exportar para a Europa implica que o mercado europeu reconhece a qualidade dos Modelo 3 fabricados na China”, disse o diretor de operações e fabrico da unidade de produção da Tesla em Xangai, Song Gang, citado pelo jornal Shine.

A fábrica, que é a primeira da Tesla construída fora dos Estados Unidos, tem como objetivo produzir cerca de 150 mil unidades este ano.

O conteúdo Modelo 3 da Tesla vai ser vendido em Portugal aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/modelo-3-da-tesla-vai-ser-vendido-em-portugal/feed/ 0
“Vulcão dos Capelinhos é essencial para a ciência planetária” https://bomdia.eu/vulcao-dos-capelinhos-e-essencial-para-a-ciencia-planetaria/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=vulcao-dos-capelinhos-e-essencial-para-a-ciencia-planetaria https://bomdia.eu/vulcao-dos-capelinhos-e-essencial-para-a-ciencia-planetaria/#respond Tue, 20 Oct 2020 10:49:57 +0000 https://bomdia.eu/?p=228526

O ex-diretor do departamento científico da agência espacial norte-americana, James Garvin, afirmou esta semana que o vulcão dos Capelinhos, nos Açores, é “um livro aberto” com potencial para se tornar num “laboratório” de exploração sobre o sistema vulcânico em Marte. “Nós conseguimos ver Marte na Terra através do vulcão dos Capelinhos”, afirmou James Garvin em […]

O conteúdo “Vulcão dos Capelinhos é essencial para a ciência planetária” aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O ex-diretor do departamento científico da agência espacial norte-americana, James Garvin, afirmou esta semana que o vulcão dos Capelinhos, nos Açores, é “um livro aberto” com potencial para se tornar num “laboratório” de exploração sobre o sistema vulcânico em Marte.

“Nós conseguimos ver Marte na Terra através do vulcão dos Capelinhos”, afirmou James Garvin em entrevista à agência Lusa via telefone, a propósito da expedição da NASA que usou o vulcão da ilha do Faial para treinar a exploração da paisagem de Marte.

James Garvin falava à Lusa no âmbito das comemorações dos 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães, nas quais participará, na quarta-feira, pelas 16h30, em direto através de uma plataforma digital.

A iniciativa GLEX-Global Exploration Summit é um evento digital em ‘live streaming’ e contará com vários oradores além James Garvin.

A expedição levou cientistas da agência espacial norte-americana (NASA), do Reino Unido e de Portugal a estudar o vulcão que nasceu do mar no final dos anos 50, em condições muito semelhantes às que se terão verificado em Marte há mil milhões de anos.

James Garvin, que dirigiu o departamento científico da NASA entre 2004 e 2005, afirmou que o vulcão dos Capelinhos é “absolutamente importante” para a ciência planetária e um “livro aberto” para os cientistas.

“São muito poucos os sítios na Terra onde podemos ver um sistema vulcânico desde o nascimento até ao seu estado posterior de vida. O vulcão dos Capelinhos foi o primeiro que os cientistas de vários países estudaram de forma tão cuidadosa”, observou o cientista-chefe do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA.

Para o cientista, o vulcão dos Capelinhos deveria ser “usado como laboratório” permitindo estudar o sistema vulcânico em Marte para perceber se “talvez existem” antigos registos de vida naquele planeta.

“O vulcão de Capelinhos, as suas rochas e a sua história são importantes para Marte”, sublinhou James Garvin, que lidera agora missão DAVINCI+, uma das quatro investigações selecionadas do Programa de Descobertas da NASA.

A missão, uma homenagem ao artista e cientista renascentista Leonardo da Vinci, tem como rumo planetário Vénus, “uma peça de arte de planeta”, caracterizou James Garvin.

Apesar dos EUA já não estudarem a atmosfera de Vénus desde 1978 (ano da última missão ‘in situ’ em Vénus), o cientista acredita tratar-se de “uma questão de tempo”.

“Precisámos de olhar para Vénus para ver o nosso próprio destino e é por isso que queremos voltar. As pessoas precisam de regressar para conectar Vénus com a Terra”, afirmou.

Questionado sobre como seria possível conectar dois planetas, aparentemente, tão distintos, James Garvin disse acreditar que “Vénus pode ter tido oceanos com água em estado líquido como a Terra há biliões de anos”.

“Não conseguimos provar isso, por isso é que precisamos de lá voltar, com uma nave espacial sofisticada para descobrir”, salientou o cientista, acrescentando que Vénus pode ser “um ingrediente ausente” nos estudos planetários.

“E se Vénus tivesse vida? E se Vénus for um elo perdido de como o planeta evoluiu e passou do mundo dos oceanos, como a Terra, para mundos que não são assim?”, questionou.

Para tentar responder a estas e outras questões, a missão DAVINCI+ pretende analisar a atmosfera de Vénus e entender como ela “se formou e evoluiu”.

Quanto aos desafios que uma missão a Vénus coloca, James Garvin enalteceu que o fundamental é “escolher a melhor engenharia” e “ser inteligente, inovador e criativo”.

“Quando formos a Vénus temos de ter engenharia e tecnologia especial para estarmos preparados para desafios que não podemos confrontar e que não podemos derrotar. Se formos capazes disso, então podemos ir a qualquer lado”, afirmou.

E acrescentou, “Vénus pode ser o exemplo de que podemos explorar os lugares mais difíceis do espaço. Se enviamos humanos para a Lua, se enviamos robôs para Marte, então também conseguiremos enviar uma nave espacial robótica para Vénus”.

#portugalpositivo

O conteúdo “Vulcão dos Capelinhos é essencial para a ciência planetária” aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/vulcao-dos-capelinhos-e-essencial-para-a-ciencia-planetaria/feed/ 0
“Portugal valoriza o sucesso das comunidades” https://bomdia.eu/portugal-valoriza-o-sucesso-das-comunidades/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=portugal-valoriza-o-sucesso-das-comunidades https://bomdia.eu/portugal-valoriza-o-sucesso-das-comunidades/#respond Tue, 20 Oct 2020 10:41:04 +0000 https://bomdia.eu/?p=228525

O Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID), que foi aprovado em agosto, dá “um sinal” de que Portugal “valoriza o sucesso” das suas comunidades, disse esta semana a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes. “Pretendemos que os nossos emigrantes e lusodescendentes possam vir investir em Portugal”, afirmou a governante, na […]

O conteúdo “Portugal valoriza o sucesso das comunidades” aparece primeiro em BOM DIA.

]]>

O Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID), que foi aprovado em agosto, dá “um sinal” de que Portugal “valoriza o sucesso” das suas comunidades, disse esta semana a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

“Pretendemos que os nossos emigrantes e lusodescendentes possam vir investir em Portugal”, afirmou a governante, na abertura de uma sessão sobre investimento na conferência do Conselho de Liderança Luso-Americano (PALCUS), a decorrer de forma virtual.

O PNAID criou o estatuto do investidor da diáspora, que permite aceder a incentivos fiscais e fundos comunitários, e está disponível para emigrantes, lusodescendentes e cidadãos que têm direito à nacionalidade portuguesa.

“Muitas vezes as pessoas querem investir e têm um problema: não sabem como devem fazer, não sabem que apoios existem em Portugal e este programa pretende dar essa informação”, disse Berta Nunes, explicando que um dos próximos passos será lançar um portal com os dados necessários, que deverá estar pronto dentro de um mês.

De acordo com a secretária de Estado, um dos objetivos do PNAID é aumentar a coesão territorial, incentivando ao investimento no interior do país.

“Pretendemos identificar os obstáculos ao investimento”, disse a responsável, acrescentando que o programa inclui um trabalho com as autarquias para facilitar o processo.

“Estamos a trabalhar para criar uma rede interna dos gabinetes de apoio ao emigrante nas câmaras municipais, para lhes dar formação e capacitá-las para que o investidor que vai investir num concelho do interior ou num concelho do litoral possa ter localmente na sua câmara municipal um gabinete que lhe dê um apoio mais próximo”, descreveu.

A proposta não é apenas para indivíduos, podendo beneficiar empresas desde que 50% do capital social esteja em nome de um investidor português.

Berta Nunes explicou também que o programa trabalha com micro, pequenos e médios investimentos e que o executivo está a trabalhar com as câmaras de comércio para divulgar a informação e dar apoio aos investidores da diáspora.

“Além das remessas, nós sabemos que os nossos emigrantes já investem em Portugal. O que queremos com este programa é ajudá-los a investir melhor e dar mais visibilidade a esse investimento”, realçou.

Na sua intervenção, a governante revelou ainda que o programa Regressar, para emigrantes que queiram voltar ao país, vai ser “reavaliado” e “vão surgir novas medidas, uma das quais é o apoio à criação do próprio emprego para o investidor da diáspora”.

Outra medida será o alargamento do acesso às 3.500 vagas para lusodescendentes no ensino superior em Portugal.

“Vamos fazer um alargamento da medida para emigrantes e lusodescendentes”, explicou Berta Nunes, referindo que jovens que até aqui não tinham conseguido candidatar-se – de 4ª geração, por exemplo – poderão fazê-lo.

A apresentação da secretária de Estado foi feita na abertura de um painel sobre como investir em Portugal e que instrumentos são disponibilizados pelo governo, onde falaram a coordenadora do PNAID, Cristina Coelho, a consultora da GLX LTM and Associates, Julia Berkeley Cotter, o cofundador da Pico Investments Stephen Maciel, o diretor de dinamização comercial do Millenium BCP, Vítor Martins, e o diretor de relações internacionais da Caixa Geral de Depósitos, Rodolfo Lavrador.

A conferência da PALCUS decorre até quarta-feira, 21 de outubro, de forma virtual por causa da pandemia de covid-19. O embaixador de Portugal nos Estados Unidos, Domingos Fezas Vital, fará declarações na sessão de encerramento.

O conteúdo “Portugal valoriza o sucesso das comunidades” aparece primeiro em BOM DIA.

]]>
https://bomdia.eu/portugal-valoriza-o-sucesso-das-comunidades/feed/ 0