De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Especialista americano diz que pode resolver o caso Maddie numa semana

Um especialista forense afirma que pode resolver o caso do desaparecimento de Madeleine McCann em apenas uma semana se a polícia divulgar provas de ADN, revela o Correio da Manhã.

Mark Perlin acredita que as amostras de ADN complexas são a chave para descobrir o que aconteceu com a menina desaparecida na praia da Luz, em 2007.

Embora a Polícia Metropolitana do Reino Unido tenha tido dificuldades em obter respostas nas provas forenses recolhidas, Perlin acredita que a sua equipa de Cibernética, baseada em Pittsburgh, é capaz de resolver o caso.

O Serviço de Ciência Forense do Reino Unido tem 18 amostras da investigação às quais o Perlin quer ter acesso. “Eu acho que o FSS [Serviço de Ciência Forense] tem dados de ADN confiáveis e os seus métodos foram métodos laboratoriais comprovados, alguns dos quais eles até inovaram. Mas eles não sabem como interpretar corretamente os dados conseguidos”, explica o especialista.

Perlin explica ainda que precisaria apenas de uma a duas semanas, dependendo dos dados, para obter resultados concretos. Mark afirma que se ofereceu para ajudar a Polícia Metropolitana, mas, até ao momento, não recebeu um relatório. Madeleine desapareceu de um apartamento num resort da Praia da Luz, no Algarve, a 3 de Maio de 2007.