De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Universidades portuguesas têm 3.500 vagas para emigrantes

Sabia que o concurso nacional de acesso ao ensino superior português destina 7% das vagas aos emigrantes portugueses e familiares que com eles residam no estrangeiro?

As candidaturas para o ano letivo de 2020/2021 decorrem entre 7 e 23 de agosto. Existem cerca de 3.500 vagas exclusivamente para os portugueses da diáspora no sistema de ensino superior público português.

É considerado emigrante português para o efeito destas candidaturas quem detenha a nacionalidade portuguesa e tenha residido durante, pelo menos, dois anos, com caráter permanente, em país estrangeiro onde tenha exercido atividade remunerada por conta própria ou por conta de outrem. É familiar de emigrante português o cônjuge, o parente ou afim em qualquer grau da linha recta e até ao 3.º grau da linha colateral que com ele tenha residido, com caráter permanente, no estrangeiro, por período não inferior a dois anos e que não tenha idade superior a 25 anos em 31 de dezembro do ano da candidatura.

Considera-se igualmente como familiar de emigrante português a pessoa que com ele viva em união de facto ou economia comum.

Mais informações aqui.