De que está à procura ?

Motores

F1 nas estradas checas, verdadeiro ou falso?

© DR

Até que ponto é legítimo cometer um crime para criar conteúdos para as redes sociais? Um vídeo de um falso Formula 1 da Ferrari, acompanhado por outros super desportivos, que circula numa estrada na República Checa, está a tornar-se viral na internet.

A viatura que aparece no vídeo do Twitter é um fórmula F2 ou GP2, com chassis Dallara e um motor 4.0 V8 atmosférico, desenvolve mais de 600cv para os seus 688 quilos e é equivalente em desempenho e potência aos F1 dos anos 2005/2006, veículos que catapultaram pilotos como Nico Rosberg e Lewis Hamilton para a F1, a categoria máxima do desporto automóvel de pista.

Estas viaturas de competição não podem circular na via pública e este tipo de comportamento constitui um crime. No entanto, as corridas ilegais continuam a ser populares, sobretudo no Youtube.

Estes vídeos surgem com alguma regularidade nas redes sociais e não são um fenómeno novo. Basta recordar o sucesso de bilheteira do filme de 1981, “Cannonball a grande competição”, com estrelas consagradas como Burt Reynolds, Farrah Fawcett, Dean Martin, Sammy Davis Jr, Jackie Chan e Roger Moore, a fugirem da polícia ao volante de Ferraris, Lamborghinis, Corvettes, do Aston Martin DB5 e até com um Rolls-Royce Silver Shadow.

Os perigos para a circulação destas viaturas em estrada pública são bem evidentes no vídeo: o desportivo monolugar GP2 da categoria de acesso a F1 é extremamente baixo e rápido, dificilmente visível nos retrovisores, sem qualquer sistema de sinalização, matrícula, ou iluminação, com pneus lisos e não está evidentemente homologado para a via pública, por isso é totalmente ilegal fora de uma pista.

O prevaricador, vestido a rigor com fato de piloto e capacete, ainda não foi identificado, embora já tenha repetido a proeza em 2019.

TÓPICOS