De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Camionista português teve acidente e desapareceu

Ângelo Fernandes, de 45 anos, está desaparecido desde 18 de fevereiro, dia em que o camionista português teve um acidente na A4, entre Vila Real e Murça.

Passaram quase cinco meses desde o acidente e Ângelo Fernandes continua desaparecido. Na altura, a GNR tentou localizar o homem, mas até agora não há novidades.

A família de Ângelo decidiu, por isso, pedir ao grupo Motoristas do Asfalto para divulgar, mais uma vez, o desaparecimento deste. Numa publicação partilhada na página de Facebook deste grupo, lê-se que o camionista “esteve à conversa com um motorista de pesados e um bombeiro que conduzia uma ambulância de transporte de utentes”, logo após o acidente.

Na semana em que ocorreu o acidente, a GNR disse à Lusa que quando as autoridades chegaram ao local, encontraram apenas o camião tombado na autoestrada, sem indícios do condutor. Contudo, de acordo com testemunhas e com as câmaras de videovigilância da A4, o homem saiu da autoestrada perto do local onde tinha tido o acidente.

Os militares ainda efetuaram buscas nas imediações e nas aldeias próximas, com recurso a cães, mas, segundo a família, não foram encontradas quaisquer pistas do homem.

O camionista, natural de Guimarães, carregou mercadoria no Porto e seguia em direção a Espanha quando teve o acidente.