De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Pinheiros doados por emigrantes recusados pelo ICNF

Os 32 mil pinheiros doados pela comunidade emigrante de Nogent Sur Marne, em França para serem plantados na Lagoa da Vela, na Figueira da Foz foram rejeitados pelo ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas). Uma decisão que naturalmente desiludiu os emigrantes que haviam participado na iniciativa de angariação de fundos e aquisição das plantas. Contudo, a Associação Estrelas do Mar, promotora da iniciativa, já informou que os pinheiros vão ser plantados noutras partes do município.

Na base da decisão da ICNF está a regulamentação relativa às matas nacionais que pertencem à Rede Natura. Essas regras muito específicas ditam que só podem ser colocadas plantas que tenham sido certificadas em Portugal. Esta posição foi acolhida com perplexidade pela Associação, que defende que as plantas foram comprados num viveiro que inclusivamente exporta para Portugal, e que a identificação do pinheiro foi entregue na Câmara Municipal.

O futuro destas 32 mil árvores passa para já por um período de hidratação em viveiro, consequência da viagem e estado de maturação. Depois servirão para bosques didáticos em juntas de freguesia e escolas em zonas do concelho como Alhadas, Bom Sucesso e Paião.