De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Voltou de França infetado e está em fuga

Deu nome e morada errados porque tinha mandado para cumprir oito anos de cadeia. Natural de Fafe, trabalha em França, e foi detido na Póvoa está em parte incerta.

Mãe e filho, de 43 e 70 anos, infetados com covid-19 estão em fuga às autoridades. A GNR andou dois dias atrás deles. Mudaram-se de Vinhós, em Fafe, para Aver-o-Mar, na Póvoa de Varzim. Domingo, o homem foi detido pela PSP. Voltou a fugir. Sabe-se, agora, que, além da violação do dever de confinamento, tem uma pena de oito anos para cumprir por assaltos na região do Algarve. Pode ter ido para França e está a ser procurado pelas autoridades.

O operário da construção civil e a mãe chegaram a aldeia natal de Vinhós no final da terceira semana de março, vindos de França, onde o homem trabalha e tem um irmão a morar. Com sintomas gripais, foram os dois encaminhados para o Hospital de S. João, no Porto, a fim de realizarem o teste à covid-19. Uma vez que apresentavam sintomas ligeiros, foram mandados para casa em isolamento. Os resultados dos testes haveriam de sair no dia seguinte (23 de março) – positivo -, mas a Saúde nunca mais conseguiu contactar os dois doentes. Também a GNR foi, várias vezes, à casa, mas só encontrou o pai, cujo teste deu negativo. Disse sempre não saber da mulher e do filho.

Leia mais em Jornal de Notícias.