De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Turismo de Portugal congratula-se com lista verde inglesa

O Turismo de Portugal congratula-se com a decisão do Reino Unido de incluir o país na “lista verde” de destinos de baixo risco de infeção por COVID-19, o que isenta os turistas da necessidade de quarentena após o regresso.

Nesta fase inicial de retoma da atividade turística a nível internacional, são boas notícias para o turismo nacional, uma vez que demonstram confiança no destino Portugal. Atualmente, Portugal é um dos países da Europa com menor incidência de COVID-19, tendo vindo a registar uma evolução favorável em todos os indicadores de controle da pandemia, desde a significativa redução da taxa de infeção ao decréscimo, sucessivo e muito expressivo, do número de casos ativos.

À semelhança do que tem ocorrido no Reino Unido, onde o plano de vacinação se tem concretizado de forma exemplar assegurando a inoculação de grande parte da população, também Portugal tem desenvolvido uma importante e bem sucedida operação a nível nacional o que, não só contribui para a contenção da pandemia, mas também reforça a sua posição enquanto destino seguro.

Rita Marques, Secretária de Estado do Turismo, sublinha que “este dia marca o início da reativação do turismo, no contexto internacional. Os primeiros passos para promover as viagens internacionais na UE foram já dados pela Presidência do Conselho Europeu, com o passe verde digital, mas há ainda que trabalhar para repor a mobilidade com países terceiros à UE. Portugal e o Reino Unido foram sempre países parceiros, também no turismo, pelo que é com especial satisfação que vemos a inclusão de Portugal como o primeiro país da UE na lista verde do Reino Unido. Estaremos prontos para receber os turistas britânicos com a simpatia do costume e com ainda mais segurança”.

O Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, acrescenta que “Portugal dá as boas-vindas aos turistas britânicos com a máxima segurança. Os nossos equipamentos, atividades e empresas do setor estão preparados para receber visitantes, com a garantia Clean & Safe de que cumprem todos os requisitos decretados pelas autoridades de saúde. Este é um passo importante na recuperação da nossa atividade turística e, consequentemente, da economia nacional. Repor a mobilidade entre países é essencial para podermos olhar para o futuro de forma positiva, sabendo que estamos mais fortes e focados no nosso propósito de receber bem e em segurança”.

A expansão e renovação do selo Clean & Safe para 2021-22 inclui toda a cadeia de valor do turismo com mais de 22.400 empresas inscritas e 23.000 profissionais formados, o que demonstra o compromisso do setor na retoma segura da atividade.

Observa-se neste momento grande disponibilidade por parte dos parceiros de transporte aéreo e de operação turística para as reservas por parte dos turistas britânicos. Aliás, a recuperação das ligações aéreas entre os dois países está a ser feita de forma gradual, com o objetivo de se recuperar as 700 frequências semanais que existiam no verão de 2019 entre aeroportos britânicos e nacionais.

O Reino Unido é um dos principais mercados emissores para Portugal, com uma quota de 19% nas dormidas de não residentes e mais de 3,3 mil milhões de euros em receitas, em anos pré-pandémicos.

#portugalpositivo