De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Portuguese Beef: promover a carne bovina das raças autóctones portuguesas

Com o objetivo de reforçar as relações comerciais e promover a tradição e a autenticidade dos produtos endógenos portugueses, nomeadamente, a carne bovina das raças autóctones, a  marca Portuguese Beef  tem, desde o ano passado, marcado  presença  em vários eventos internacionais do setor Agroalimentar em mercados como Canadá, França, Luxemburgo e Alemanha.

Segue-se no próximo mês de Março (17 a 20 de Março de 2019), para a última feira internacional do projeto em Londres, na IFE – The International Food & Drink Event, no pavilhão Meat & Seafood com o stand no. S2511.

Em continuidade com o já realizado nos mercados supramencionados, à exceção do Canadá, irá também dinamizar uma Private Professional Exhibition com o formato de prova de degustação no dia 19 de Março pelas 18:00h no Caroussel Restaurant & Kitchen (71 Blandford Street, Marylebone, London, W1U 8AB).

Em complemento às ações em mercados externos, no decorrer do presente mês, dia 26 e 27 de Fevereiro, será ainda realizada na cidade de Ponte de Lima, a Missão de Importadores Portuguese Beef Tasting – Ponte de Lima, direcionada maioritariamente a importadores, opinion-makers e imprensa de vários mercados internacionais.

Com a duração de dois dias, e através da participação de chefes de cozinha portugueses, capazes de apresentar extraordinárias propostas gastronómicas com a carne bovina das raças autóctones, proporcionará aos convidados diversas atividades que que irão permitir o conhecimento e a degustação dos vários produtos Portuguese Beef.

Refere-se ainda que, o objetivo da marca Portuguese Beef é a promoção internacional da carne bovina das raças autóctones portuguesas, com especial ênfase nas raças Arouquesa, Barrosã, Cachena, Marinhoa, Maronesa, Minhota e Mirandesa.

As raças mencionadas, são originárias do Norte e Centro do País e alimentadas em pastagens naturais, em sistemas eco-sustentáveis, sem stress produtivo, diferenciando-se a carne por ser de vitela. Tal, aliado ao seu património genético, proporciona a obtenção de uma carne muito tenra com uma infiltração muito precoce e abundante de gordura no interior das fibras musculares, responsáveis pelo seu delicado e requintado paladar, extremamente apreciado e procurado.

Todas as ações referidas são promovidas pela Federação Nacional das Associações de Raças Autóctones e integram-se na estratégia de internacionalização do projeto Portuguese Beef, cofinanciado pelo Programa Operacional para a Competitividade e Internacionalização do Portugal 2020 (Compete 2020), no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC), envolvendo um investimento total de 426.637,00 euros, cofinanciado em 85% das despesas elegíveis pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), correspondente a 362.641,45 euros.