De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Motores

Motores híbridos são o futuro do Rali

Hyundai, M-Sport Ford e Toyota, os atuais fabricantes do Campeonato Mundial de Ralis (WRC), prorrogaram a continuidade até 2024, assumindo a implementação de motores de tecnologia híbrida a partir de 2022.

Em comunicado, os promotores confirmam a continuidade das três marcas no Mundial de ralis, pelo que participarão a partir de 2022 na mudança histórica que o uso da tecnologia híbrida implicará, com a combinação de um motor elétrico e o motor de combustão atual.

“O acordo prevê uma justa contribuição da FIA e dos fabricantes para os custos de desenvolvimento da nova tecnologia, que terá um forte enfoque na sustentabilidade, segurança e gestão de custos”, referem os promotores do WRC.

A introdução da ‘era híbrida’ no Mundial de ralis, anunciada em 2019, foi aprovada este mês pelo World Motor Sport Council, que deu ‘luz verde’ à aplicação das novas regulamentações técnicas.

“Não é exagero dizer que a introdução da tecnologia híbrida sustentável para a classe superior do WRC marca um dos maiores marcos na história do desporto. É lógico que uma progressão tão significativa seja bem-vinda nos 50 anos do campeonato”, disse o diretor do WRC, Jona Siebel.

O presidente da FIA, Jean Todt, afirma que “a mudança para a tecnologia híbrida ‘plug-in’ não é apenas um reflexo das tendências atuais na indústria automóvel, mas também ajuda a tornar o desporto mais sustentável do ponto de vista ecológico”.

O WRC assumiu também o compromisso de adotar um combustível mais sustentável para os carros de corrida e fontes de energia mais verdes no parque de serviço das provas.