De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Metade dos alemães já levaram pelo menos uma dose da vacina

Cerca de metade da população da Alemanha recebeu pelo menos uma primeira dose da vacina contra a covid-19, anunciou hoje o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, lançando ainda um alerta sobre a variante Delta do vírus.

“A campanha de vacinação está a progredir rapidamente”, disse Spahn durante uma conferência de imprensa.

“Mais de um em cada dois alemães foi vacinado pelo menos uma vez, ou seja, 50,1%, ou 41,5 milhões de pessoas”, declarou.

Quase seis meses após o início da campanha de vacinação, 29,6% da população está totalmente vacinada, ou quase um terço dos 82 milhões de habitantes, detalhou o ministro, dizendo que quer continuar com “esse índice alto”.

Após um início lento, a campanha de vacinação na Alemanha experimentou uma forte aceleração, graças, em particular, a mais entregas de vacinas autorizadas pela União Europeia (UE).

O ministro da Saúde alemão também confirmou que todos os adultos que vivem na Alemanha terão a oportunidade de receber a primeira dose até ao final de julho.

Entretanto, Spahn também pediu vigilância, pois a variante Delta, inicialmente detetada na Índia e mais contagiosa, deverá tornar-se a variante do SARS-CoV-2 mais comum na Alemanha.

“A questão não é saber se, mas quando a variante Delta será (a variante) dominante”, insistiu Jens Spahn, evocando um nível atual de contaminações certamente “fraco”, mas “um aumento relativamente forte” nas últimas semanas.

“O desafio é que esta variante do vírus é particularmente infecciosa” e pode levar a “um questionamento dos sucessos obtidos no combate à pandemia”, disse, referindo-se ao caso do Reino Unido, “que atualmente está a experimentá-la de forma dolorosa”.

“Poderemos ter um bom verão”, disse, já que o número de novas infeções caiu drasticamente durante semanas.