De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Jogo do dia Euro2016: França-Islândia

Início de jogo bastante ativo das duas equipas com os franceses a quererem assumir as rédeas do jogo logo nos primeiros minutos, como demonstra o remate de Payet à figura do guardião da Islândia, mas com a equipa islandesa a reagir bem e a ripostar com ataques rápidos.

No entanto a equipa gaulesa adiantou-se no marcador logo aos 12′ num passe e, profundidade de Matuidi para as costas da defesa contrária, encontrando Giroud sozinho, que finalizaria para o 1-0 francês.

O 2-0 surgiu num pontapé de canto, por Pogba aos 19′. Dois rudes golpes nas aspirações islandesas, eles que viriam a demonstrar mais algumas falhas de concentração, nomeadamente no terceiro golo de Payet, após a bola ter entrada facilmente nas costas dos médios da Islândia.

E prosseguiria o rol dos erros aos 45′ com o erro do lateral direito da Islândia ao não fechar dentro com o seu central e ao permitir a Griezman se isolar e fazer com um chapéu o 4-0 e arrumar com a partida em 45′.

A segunda parte começou e decorreu de alguma forma lenta com a França a tentar manter a posse de bola, sem grande objetividade, respondeu a Islândia com o seu primeiro golo, Sightorsson apareceu a emendar um cruzamento ao primeiro poste. Na resposta a França fez o 5-1 por Giroud numa falha do guardião islandês. Até final ainda um golo da Islândia apontado por Bjarnasson tento esse que não esconde a bloqueio psicológico nesta partida de uma equipa que fez um grande europeu.

Quanto aos franceses marcaram 5 golos em oito remates em enquadrados com os postes, o que já quer dizer muito. Depois foi apenas gerir.

Pogba com 95 passes e 11 recuperações, Sightorsson que ganhou 5 dos 8 duelos ofensivos aéreos em que participou, Umtiti com 6 roubos de bola e 5/5 cortes de cabeça foram os destaques.

Lugar às meias com um País de Gales-Portugal e o escaldante França-Alemanha