De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

João Serpa Oliva partiu

Soube com muita tristeza que o João Serpa Oliva partiu. Um Senhor, na verdadeira acepção da palavra, era das pessoas que mais estimava no CDS e para além do partido.

Recordo a gentileza com que nos momentos mais difíceis da política me dirigia sempre uma palavra amiga e como mostrava tantas vezes apreço sincero, quando as coisas corriam bem.

Também na memória, guardo o convite que há anos me endereçou para fazer a sua apresentação como cabeça de lista do CDS às eleições legislativas em Coimbra.

Pelas centenas de pessoas que quiseram estar presentes, de tantas profissões e diferentes quadrantes políticos, que me repetiam como o João Serpa Oliva era extraordinário enquanto médico, aliás ilustríssimo, amigo e pai de família, percebi imediatamente tratar-se de alguém profundamente respeitado na sua comunidade, bem maior que o próprio partido.

Confirmando-o, neste círculo eleitoral tão complicado, acabou eleito sem qualquer dificuldade, ao contrário do que sucedera em todas as disputas antes de si e das que se lhe seguiram.

Foi também um parlamentar notável, que granjeou a admiração de representantes de todos os partidos políticos.

O CDS deve-lhe muito.

À família enlutada, apresento sentidos pêsames.

Nuno Melo

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.