De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Desporto

Craque do Frankfurt motivado para representar Portugal

Apesar de estar a viver a melhor época da sua carreira, o avançado português do Eintracht Frankfurt, André Silva, não promete golos pela seleção portuguesa no Euro2020.

No dia em que o detentor do troféu arranca com a preparação para a fase final da prova, na Cidade do Futebol, em Oeiras, o ponta de lança, de 25 anos, que realizou a melhor temporada até ao momento, ao anotar 29 anos pelos alemães Eintracht Frankfurt, é hoje um jogador “amadurecido”, que o tornou “melhor pessoa e melhor jogador”.

“A única coisa que posso prometer é que venho motivado, venho dar o meu melhor pela seleção e ir ao encontro dos desejos da seleção. Está época deu-me muita motivação e confiança, mostrou-me que as coisas boas e más me tornaram neste jogador [que sou]”, disse André Silva, em conferência de imprensa, que antecedeu ao primeiro treino às ordens do selecionador luso, Fernando Santos.

O avançado do Eintracht falou também em “nome da equipa” das ‘quinas’, para garantir que “trabalho, dedicação e disciplina” não vão faltar na preparação e durante o torneio, adiado para este ano, devido à pandemia de covid-19.

Sobre o Grupo F do Euro2020, no qual também estão inseridas as seleções da Alemanha, França, atual campeã mundial, e Hungria, André Silva reconhece que é o “grupo da morte e o mais complicado”.

“O grupo da morte, o mais complicado, devido à qualidade dos nomes presentes. Mas, para nós, enquanto jogadores, sempre conseguimos desfrutar de jogos complicados e que apresentam certas dificuldades. Pode trazer o melhor dos jogadores. Sabemos do que somos capazes, mas temos de demonstrá-lo”, analisou.

Aos 25 anos, o antigo jogador de FC Porto, AC Milan e Sevilha “encontra-se no melhor momento a nível mental e físico”, explicando que as adversidades contribuíram para “um crescimento maior”.

Tendo em conta o regime livre definido pelo selecionador até dia 08 de junho, os atletas terão apenas a obrigação de se apresentar durante os treinos, na Cidade do Futebol, tendo total independência antes e depois dos trabalhos da seleção nacional.

Portugal, que é o detentor do troféu, integra o Grupo F do Euro2020, juntamente com Hungria, Alemanha e França, tendo estreia marcada na competição para 15 de junho, diante dos húngaros, em Budapeste, antes de defrontar os germânicos, em 19, em Munique, e os franceses, em 23, novamente na capital magiar.

Até à partida para Budapeste, marcada para 10 de junho, a seleção nacional vai realizar dois encontros de preparação, com a Espanha, em Madrid, em 04 de junho, e com Israel, cinco dias depois, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.