De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Coimbra vai ser Região Europeia da Gastronomia em 2021

O presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra disse que o título de Coimbra Região Europeia da Gastronomia em 2021 vai favorecer o crescimento do turismo e a afirmação da identidade da região.

“O reconhecimento da União Europeia e a divulgação que este evento vai ter durante estes dois anos favorece o crescimento do turismo e a afirmação da região no domínio cultural e das artes, além da questão gastronómica”, salientou à agência Lusa João Ataíde.

A CIM da Região de Coimbra recebe na segunda-feira, em Bruxelas, o título de Região Europeia da Gastronomia 2021, atribuído pelo Instituto Internacional de Gastronomia, Cultura, Artes e Turismo (IGCAT).

A denominação de Região Europeia da Gastronomia é atribuída, anualmente a duas regiões distintas em cada ano e reconhece a inovação e a interligação da gastronomia com a cultura, o turismo e a economia.

“Temos todas as condições para, em 2021, podermos receber quem nos visita e fazer a demonstração dos nossos produtos”, referiu João Ataíde, que é também presidente do município da Figueira da Foz.

Até lá, acrescentou o presidente da CIM Região de Coimbra, “o trabalho que se vai desenvolver passa, no fundo, por aprofundar a qualidade, dar formação e aproximar ainda mais os produtos gastronómicos aos locais e à região”.

“Isto vai desde o plano de sustentabilidade, por exemplo, do arroz carolino, da chanfana, do leitão, da água, do vinho, do pão e da doçaria, toda uma gama de produtos que encerra uma história em cada um deles, que no fundo fortalece e credibiliza a nossa candidatura”, sublinhou.

A candidatura é promovida pela CIM Região de Coimbra, que conta entre os fundadores com a Universidade de Coimbra, Turismo do Centro, Escola de Hotelaria e Turismo, Instituto Politécnico, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, para além do apoio do Ministério da Agricultura e da Secretaria de Estado do Turismo.

No final de julho, o júri (IGCAT) já tinha reconhecido que, “de facto, havia um compromisso entre a gastronomia e a comunidade, com as confrarias e associações que trabalham neste domínio, e um enquadramento com os vinhos”.

A cerimónia de oficialização de Coimbra Região Europeia da Gastronomia em 2021 vai decorrer na segunda-feira, em Bruxelas.