De que está à procura ?

Comunidades

As nossas remessas aumentaram em 2019

Segundo dados do Banco de Portugal, em 2019 entraram no país 3.604 milhões de euros em remessas de emigrantes, valor mais elevado do que o observado em 2018 (mais 1.1%). Confirma-se, assim, a tendência mais geral de crescimento registada desde 2010.

O valor de remessas atingido em 2019 é, em termos nominais, o mais alto da era do euro. Na série em análise, só em 2001, ainda antes da introdução do euro, foi aquele valor superado (3.736 milhões de euros).

Ao longo do século, de 2001 a 2019, a variação no valor das remessas dos emigrantes recebidas em Portugal descreve uma curva em U, descendo até 2009, de modo mais pronunciado em 2002 e 2003, e predominando, desde 2010, uma tendência para a subida, mais acentuada em 2012 e 2013.

Todas estas variações devem ser analisadas com cautela tendo em conta que são medidas em valores nominais e que podem ser, em alguns casos, explicadas mais por variações cambiais do que por mudanças na emigração.

 

TÓPICOS