De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Desporto

Seleção de andebol entra mal no Euro

A seleção portuguesa de andebol estreou-se no Euro2022 com uma derrota por 28-24 frente à Islândia, em Budapeste, na Hungria, numa partida ‘morna’ em que evidenciou algum cansaço e falta de eficácia em momentos cruciais.

Portugal, que ao intervalo perdia por 14-10, falhou a conquista dos primeiros pontos rumo à fase principal e domingo tem um jogo que pode ser decisivo frente à anfitriã Hungria, que também perdeu na primeira ronda com os Países Baixos (31-28).

A seleção lusa até entrou bem no jogo, com um golo de António Areia e ‘secando’ a formação islandesa, que, depois de só ter conseguido empatar já com mais de cinco minutos, passou para a frente aos 3-2 na concretização de um livre de sete metros.

Portugal, a arrastar ao máximo as situações de ataque, voltou para a frente do marcador na Arena de Budapeste aos 4-3, com golos de Fábio Magalhães e Rui Silva, mas a Islândia respondeu com dois de rajada e retomou a liderança, aos 5-4, que aumentou para dois aos 7-5.

O pivô Daymaro Salina estreou-se a marcar com o golo que permitiu reduzir a diferença para 7-6, após o que o sobressaiu o guarda-redes Gustavo Capdeville na baliza portuguesa, com três decisivas defesas a negar o golo à Islândia.

Com um jogo algo lento, em modo poupança dos seus jogadores, e a falhar em momentos decisivos na concretização, Portugal permitiu à Islândia dilatar a vantagem para três golos aos 10-7, com três remates certeiros seguidos.

Nos minutos finais da primeira parte destacou-se o pivô Victor Iturriza, com dois golos, que não impediram a formação islandesa de chegar ao intervalo a vencer por 14-10, elevando a diferença, pela primeira vez no jogo, para quatro golos.

Diogo Branquinho, com dois golos, Fábio Magalhães e Rui Silva reduziram a diferença para três aos 17-14, mas a Islândia, mais eficaz na concretização, disparou para uma vantagem de seis aos 20-14, com três remates certeiros consecutivos.

O selecionador nacional Paulo Jorge Pereira foi obrigado a pedir ‘time out’ para serenar a equipa e afinar posições, que resultou, no reatamento da partida, em golos de Rui Silva e António Areia e na redução da diferença para quatro (20-16).

A Islândia retomou a vantagem de seis golos aos 25-19 que geriu, face ao cansaço acumulado na equipa portuguesa até praticamente ao final do encontro, que teve em Victor Iturriza, Leonel Fernandes e Miguel Alves, na parte final, os mais inconformados.

A formação islandesa venceu por 28-24 e, tal como os Países Baixos, somou dois pontos no grupo B, enquanto Portugal e Hungria – que se defrontam no domingo – repartem a última posição ainda em branco.

HIGHLIGHTS | EHF EURO 2022 | PORTUGAL – ICELAND

🎥 A história da primeira batalha de #Portugal no EHF EURO contada em 3 minutos 💥🇵🇹#letsgovamos #heroisdomar #jogossantacasa #lidlportugal #mader #aguamonchique #W1TTY #W1TTYapp #W1TTYbonus #4moove #deltacafes #watchgamesseemore #ehfeuro2022

Posted by Federação de Andebol de Portugal on Friday, January 14, 2022