De que está à procura ?

Comunidades

Iniciativa Liberal: Salazar já lá vai. Agora a emigração é culpa do PS e PSD

A Iniciativa Liberal (IL) atribui aos sucessivos governos liderados por PS e PSD no pós-25 de abril a perda de mão de obra “extremamente qualificada” para o estrangeiro. A declaração é de Manuel Baptista, número dois da lista encabeçada por Carolina Diniz pelo círculo da Europa, que falava ao BOM DIA no contexto de dois debates com os partidos portugueses candidatos às eleições legislativas de 30 de janeiro.

“No pós-25 de abril, o Partido Socialista e o Partido Social Democrata estiveram no poder a maioria do tempo e nós continuamos com enormes problemas a nível de desenvolvimento económico. Durante anos tivemos emigração pouco qualificada, mas ultimamente a emigração de jovens muito qualificados aumentou dos 20 para os 40%. Salazar já lá vai. Os partidos que têm estado no poder são os grandes responsáveis pelo aumento da emigração”, atirou.

Durante a sua intervenção, Manuel Baptista garantiu que “a Iniciativa Liberal é o único partido com um programa de reforma do Estado e um programa de reforma económica”, e mostrou-se preocupado com a ideia de Portugal “estar a ser ultrapassado a vários níveis pelos antigos países comunistas da Europa de Leste”.

O representante liberal lamentou também “a excessiva intervenção do Estado”, algo que considera inviável para que os jovens possam atingir o seu potencial dentro das fronteiras.

“Somos um país envelhecido. Os jovens devem emigrar por opção e não por necessidade”, explicou.

Desafiado a eleger as principais medidas do programa da Iniciativa Liberal para a diáspora, Manuel Baptista deu prioridade à proteção do ensino do português como língua materna, “um direito constitucional que deve ser concedido aos emigrantes e lusodescendentes e forma gratuita”.

Ainda no setor da educação, Manuel Baptista vincou a necessidade de expandir a rede de ensino e a passagem da tutela atual do Ministério dos Negócios Estrangeiros para o Ministério da Educação.

Quanto aos serviços consulares, a Iniciativa Liberal propõe reduzir os tempos de espera, aumentar os serviços por via digital, atualizar os sistemas informáticos e facilitar a contratação e o despedimento dos funcionários destas estruturas.

“Para a Iniciativa Liberal, um português no estrangeiro não é só mais um utente consular. É um português como outro qualquer. Para diminuirmos a pressão dos consulados, queremos fomentar o crescimento económico em Portugal e permitir que os emigrantes que querem regressar o façam”, disse.

O número dois da IL para o círculo da Europa teceu ainda criticas ao Programa Regressar, que acusa de se “um falhanço total”.

O BOM DIA colocou a todos os participantes as mesmas questões, às quais o cabeça de lista do PAN respondeu assim:
– Voto eletrónico: sim
– Recenseamento automático: sim
– Mais candidatos pelos círculos da emigração: sim
– Ensino de português gratuito: sim
– Nacionalização da TAP: não

Para o primeiro debate aceitaram o convite do BOM DIA Livre, Bloco de Esquerda, Nós, Cidadãos!, Ergue-te, Aliança, ADN e CDU. O segundo debate juntou PSD, PS, PAN, Iniciativa Liberal, Volt Portugal, CDS-PP e MAS. Os partidos MPT, PCTP/MRPP, RIR, PTP e Chega não responderam ao convite.

Veja aqui o debate entre PSD, PS, PAN, Iniciativa Liberal, Volt Portugal, CDS-PP e MAS:

Legislativas 2022: Candidatos pela Europa

Legislativas 2022: Candidatos pela Europa

Posted by BOM DIA on Saturday, January 15, 2022

TÓPICOS