De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Reconstituição da morte de Maëlys juntou pais e homicida

A primeira fase da reconstituição da morte da menina portuguesa Maëlys de Araújo arrancou na segunda-feira. Durante mais de seis horas, o principal suspeito esteve com os pais da menina, passando por vários locais, que podem ajudar a polícia a perceber melhor o que aconteceu no dia da morte.

Nordahl Lelandais, o homicida confesso de Maëlys de Araújo, chegou à zoa de Isere perto das 20 horas, acompanhado pelos juízes de instrução e advogados. O homem de 35 anos passou pelos pontos-chave da noite de 26 de agosto, quando a menina, então com 9 anos, desapareceu.

Leia mais em Jornal de Notícias.