De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Festival de Banda Desenhada junta autores de vários países na Amadora

A 29.ª edição do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora abriu sexta-feira, 26 de utubro, as suas portas e prolonga-se até dia 11 de novembro.

O núcleo do festival, à imagem dos últimos anos, está no Fórum Luís de Camões, à Brandoa, onde se encontra a feira do livro de BD e as principais exposições.

Os autores portugueses premiados no ano passado, têm as suas obras em destaque na edição deste ano. São eles Francisco Sousa Lobo (autor da ilustração para o cartaz), Álvaro, Amada Baeza, Nádia e Tiago Albuquerque. A eles juntam-se Luís Louro, que acaba de lançar o álbum “Watchers”, sobre a sobre-exposição nas redes sociais, que apresenta a curiosidade de ter dois finais diferentes, e Artur Correia, nome grande da BD e da animação, que a Amadora homenageia no ano da sua morte.

O outro grande destaque do festival, são as “histórias em quadrinhos” que abordam temáticas sociais e políticas estruturais ou fraturantes da sociedade brasileira. André Diniz, Marcelo D”Salete e Marcello Quintanilha, convidados do certame, são alguns dos autores incluídos na mostra “Dera uma vez um país… (mais ou menos) maravilhoso”.

No mesmo local é ainda possível avaliar o Ano Editorial Português, descobrir as obras vencedoras dos festivais de Nápoles (Itália), Lodz (Polónia), Erlangen (Alemanha) e dos HQ Mix (Brasil) e apreciar os originais de “Maria e Salazar”, uma biografia do ditador português traçada pelo francês Robin Walter, cuja versão portuguesa vai ser lançada durante o Amadora BD, com a presença do autor.