De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Mundo

Papa recebe livro sobre os católicos portugueses

O Papa Francisco vai receber, esta quarta-feira, no Vaticano, uma edição «especial e única» da obra «Portugal Católico. A beleza na diversidade», referiu à Agência ECCLESIA José Eduardo Franco, um dos responsáveis pela publicação.

A obra apresenta uma “radiografia do catolicismo em Portugal na sua realidade dinâmica e multifacetada” frisou o responsável.

Esta terça-feira, às 18H00, no Instituto Português de Santo António, em Roma, decorre uma “sessão especial de apresentação da obra à comunidade portuguesa” que conta com o apoio da Embaixada Portuguesa junto da Santa Sé.

Com o apoio da Conferência Episcopal Portuguesa, da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal, da Fundação Calouste Gulbenkian, da União das Misericórdias Portuguesas e da Santa Casa da Misericórdia do Porto, esta é “uma obra elaborada de forma intensa e em tempo recorde, nove meses”, referiu

A obra «Portugal Católico. A beleza na diversidade» reúne “204 textos-síntese, de 190 autores, intercalados com uma forte componente imagética, constituída por fotos (aéreas e terrestres), gravuras que acompanham os conteúdos escritos e um conjunto de poemas de diversos grandes autores portugueses que se distribuem em 14 capítulos”.

A publicação olha a igreja sobre “diferentes olhares, perspetivas e grupos” e “permite subir à montanha” e visualizar o dinamismo “da experiência de fé cristã”, salientou José Eduardo Franco.

Para este responsável, «Portugal Católico. A beleza na diversidade» “permite dar uma visão de conjunto e é um serviço importante à Igreja, mas também à ciência e à cultura”.

Para a investigadora Maria José Figueiredo a tarefa “não foi fácil”, mas “foi apaixonante” visto que se tiraram “milhares de fotografias em todo o país” e a obra é “para ser lida e tem uma vantagem muito grande porque cada texto é autónomo”.

Com uma “grande variedade de temáticas onde o leitor pode saltitar”, a obra – edição modelo platina e a edição popular – vai ser lançada em novembro.

O prefácio é da autoria do presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa; o cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, escreveu um prelúdio; há também um limiar do secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres.

Além do retrato da realidade do catolicismo em Portugal, José Eduardo Franco refere que a obra quer ajudar a “repensar a Igreja” para o século XXI.