De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Suspeitos do ataque em Paris detidos pelas autoridades

A polícia de Paris deteve dois homens suspeitos de envolvimento no ataque com arma branca perpetrado esta sexta-feira perto da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, no leste da capital francesa.

Segundo fonte judicial citada pela imprensa francesa, o primeiro suspeito foi detido na Praça da Bastilha, ao passo que o segundo foi capturado, pouco depois, nas instalações do metro parisiense.

Na altura, um responsável policial indicou que, num primeiro momento, as autoridades pensaram que dois suspeitos estariam envolvidos, mas que acreditavam agora ter sido apenas uma pessoa.

No ataque, ocorrido na rua Nicolas Appert, junto ao edifício da antiga redação do Charlie Hebdo, pelo menos duas pessoas foram feridas.

Segundo a polícia, as vítimas estão em estado grave, mas não correm perigo de vida.

A agência noticiosa Premières Lignes, do lusodescendente Paul Moreira, que funciona no edifício, confirmou à rádio France 2 que dois dos seus trabalhadores, “um homem e uma mulher”, foram feridos no ataque.

A Procuradoria antiterrorismo de França assumiu a investigação ao ataque de hoje em Paris, abrindo um inquérito por “tentativa de homicídio relacionado com ato terrorista e organização terrorista criminosa”.