De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Portugal exporta programa Simplex para o Paraguai

Os Governos de Portugal e do Paraguai consagraram, em cerimónia digital, um protocolo de cooperação técnica que vai levar, pela primeira vez, o programa Simplex português a um país da região da América Latina e Caraíbas (ALC), contando com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, na sua qualidade de alternate Governor do BID, e a Secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa, Fátima Fonseca, participaram na sessão, em que estiveram também Pedro Mancuello e Isaac Godoy, respetivamente Vice-Ministro do Comércio e Serviços e Vice-Ministro de PME do Paraguai, a Diretora do Banco na capital paraguaia, Maria Florencia Attademo-Hirt, e as equipas técnicas que implementarão o projeto. Portugal destacou a vontade e a disponibilidade para partilhar a sua experiência no domínio da modernização administrativa e qualidade regulatória, mobilizando para esse efeito especialistas portugueses.

O desenvolvimento do projeto com o Paraguai inclui missões de diagnóstico e assessoria de engenharia de processos organizacionais, estando a prestação a cargo da “AMA- Agência para a Modernização Administrativa” e do JurisAPP – o Centro de Competências Jurídicas do Estado, integrado na Presidência do Conselho de Ministros que implementa o “Programa Custa Quanto”, envolvendo ainda o trabalho de consultores para desenho e implementação de soluções técnicas e informáticas, para além de capacitação de recursos humanos.

O projeto, que assinala assim o seu início, concretiza o objetivo do Governo Português de criar iniciativas a partir de oportunidades oferecidas pela banca multilateral de desenvolvimento, neste caso em resposta àquela que é uma prioridade estratégica do BID de consolidação de uma agenda digital na região da América Latina e Caraíbas.

#portugalpositivo