De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Portugal aumenta exportação de cereais

Portugal continua a ser deficitário na produção de cereais mas, nos últimos anos, começou “a desenhar-se uma tendência de incremento de exportações”, especialmente de milho e arroz, afirmou esta semana a ministra da Agricultura.

“Apesar de Portugal continuar a ser deficitário em cereais, nos últimos anos, parece começar a desenhar-se uma tendência de incremento de exportações”, salientou Maria do Céu Albuquerque, que discursava na sessão de encerramento do 10.º Colóquio Nacional do Milho, que decorreu em Coimbra.

Para a ministra, a implementação da Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais, criada em 2018, está “no bom caminho”, recordando os objetivos de garantir, no espaço de cinco anos, um aumento da taxa de autossuficiência de 25% para 38%.

“Os números do presente são animadores”, frisou, notando que, em 2018, o valor das exportações de cereais “aumentou muito mais do que as importações, com o milho e o arroz a serem os principais protagonistas dos aumentos”.

No caso do milho, vincou, nos últimos cinco anos, “as exportações quadruplicaram”, sendo Espanha o seu principal destino, assim como nos restantes cereais exportadores, lançando também um apelo para a diversificação dos países para exportação.

Durante o discurso, Maria do Céu Albuquerque referiu que o Governo continuará empenhado na melhoria das propostas do orçamento plurianual da União Europeia que está em discussão, querendo assegurar “uma transição equilibrada e justa, onde ninguém fique para trás”.