De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

O casal que deixou marcas portuguesas no Japão

Manuela e José Álvares conheceram-se na Universidade de Coimbra e casaram já a saber que iriam para Tóquio. Regressaram a Portugal depois de 48 anos a ensinar no Japão a língua e a cultura portuguesas e lançaram agora o livro “Novos Ensaios Luso-Nipónicos”.

Fundaram, e isso mostra o seu empreendedorismo, em 1987, na capital japonesa, o Centro Cultural Português, uma escola privada criada do zero pelo casal.

Ao mesmo tempo que iam estudando o japonês eles próprios, começaram por trabalhar para o Instituto de Língua e Cultura Portuguesas (ICALP), do Ministério da Educação, com Manuela a ser durante muitos anos professora na Universidade Sofia e na Waseda e José na Universidade de Tóquio e na Universidade de Línguas Estrangeiras.

Com a extinção do ICALP a seguir ao 25 de Abril de 1974, os empregadores passaram a ser entidades do governo japonês, o Ministério da Educação e também o Ministério dos Negócios Estrangeiros. Pelo casal português passaram muitos futuros embaixadores e cito-lhes, por mera curiosidade, alguns nomes de diplomatas japoneses que conheço e que são fluentes em português e descubro que, claro, foram seus alunos.

O regresso a Portugal foi em 2017, e por pouco não os conheci quando estive no Japão em reportagem nesse ano, indo a Tóquio, mas também Hiroxima e Nagasaki, onde, comento com Manuela, comi castela, o bolo local, inspirado no pão de ló.

Leia mais em Diário de Notícias.

#portugalpositivo