De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Estilistas portugueses a caminho de Beverly Hills

A produtora de moda Carolina Matos vai lançar um projeto de representação de estilistas portugueses em Los Angeles, começando no final de maio com a seleção de um showroom em Beverly Hills.

A especialista, que tirou um mestrado de marketing de moda na Parsons School of Design, em Nova Iorque, disse à Lusa que a ideia é “trazer as nossas marcas a um novo público, uma nova audiência”, aproveitando a apetência por marcas de nicho e coleções limitadas.

“Estamos numa época em que estão em tendência as pequenas marcas”, afirmou Carolina Matos, explicando que “as marcas de nicho têm tido sucesso com produção localizada e sustentável”.

Um exemplo desta tendência é a Supreme, que lança pequenas coleções que “nem todos podem ter”, com moda produzida localmente.

“As donas de casa de Beverly Hills gostam de mostrar que têm uma marca de fora, limitada”, caracterizou a produtora, considerando que “não será difícil encontrar essa audiência”.

Apesar de não haver uma presença direta da moda portuguesa em Los Angeles, existe interesse no mercado: a Alameda Turquesa é uma das marcas que calça Sofia Vergara e a Semana da Moda de Los Angeles convidou a estilista Micaela Oliveira para participar na edição de 2019.

“Os produtos e o talento que temos são muito bons comparativamente com o que aqui há”, disse Carolina Matos, referindo que o mercado da moda em Los Angeles não é tão competitivo como o de Nova Iorque e nem a presença de celebridades tem influência.

A responsável, que em março colaborou com a LA Fashion Week como produtora e coordenadora de ‘backstage’, está a ultimar as negociações para levar a primeira marca a Los Angeles e considera que a moda portuguesa será adequada ao público médio-alto.

Parte do seu trabalho será redirecionar o marketing para adaptar o estilo português ao contexto da Costa Oeste, o que passará por “fotografar o conteúdo na América” e fazer “uma introdução dos produtos ao ‘lifestyle’ americano”.

Apesar do ‘glamour’ a que Hollywood está associada, Carolina Matos disse ter ficado surpreendida com o estado da moda em Los Angeles.

“As pessoas em Nova Iorque sabem-se vestir e têm cuidado com elas”, disse. “Em LA toda a gente tem maquilhagem no ponto e sapatilhas impecáveis, mas ou estão de fato de treino ou de leggings, coisas muito básicas”.

À noite, o estilo muda “do 8 para o 80” e dominam os brilhos e as peças de roupa mini, “tudo exagerado”.

Carolina Matos, de 30 anos, estudou Design de Moda na Universidade de Lisboa e começou a carreira com produções e semanas da moda em Portugal, antes de se mudar para Nova Iorque, em 2017, com uma bolsa de estudo.

A produtora chegou a Los Angeles em novembro de 2018 e especializou-se na gestão de redes sociais numa agência criativa, Websites Depot, recebendo também mentoria da apresentadora portuguesa Iva Domingues.

O trabalho de representação de marcas em Los Angeles permitir-lhe-á trabalhar entre os Estados Unidos e Portugal, onde deixou a família, embora os amigos estejam em todo o mundo: “A minha geração saiu toda ao mesmo tempo, logo a seguir à crise”.