De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Tempestades vão ter nome em França, Espanha e Portugal

Aos furacões e tufões são já atribuídos nomes de pessoas e as tempestades mais fortes que passem por Portugal também terão nome próprio. A primeira, a tempestade Ana, está a começar a formar-se, de acordo com o Centro Europeu de Previsão, e deverá chegar a toda a Península Ibérica este domingo, diz a TVI.

O batismo das tempestades mais violentas foi acordado entre o Instituto Português do Mar e da Atmosfera e os seus congéneres de Espanha (Aemet) e França (Météo-France) e está em vigor desde o dia 1 de dezembro.

Ainda ontem, o IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera emitiu, em conjunto com a Autoridade Nacional de Proteção Civil, um aviso à população devido ao agravamento das condições meteorológicas nos próximos dias. Vem aí chuva forte, sobretudo de domingo para segunda-feira.

A tempestade Ana está a começar a formar-se no sudoeste da Irlanda e terá um desenvolvimento rápido, começando por ventos fortes na metade norte da Península Ibérica e nas Ilhas Baleares, no domingo. Para segunda-feira, são esperadas forte agitação marítima e chuva intensa.

A partir de agora, sempre que um dos três países ativar o primeiro aviso laranja ou vermelho fica encarregado de dar nome ao fenómeno.

Há uma lista pré-estabelecida para a campanha das tempestades 2017-2018: vai desde o A de ana ao W de William e inclui nomes mais portugueses como José, Nuno, Rosa e Vasco.

A ideia é que para o período 2018-2019 entrem também a Inglaterra e a Irlanda e que haja uma nova lista para todos os fenómenos que ocorram no Atlântico.