De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Paz

Finalmente, e com a harmonia restaurada no Sporting, eu e e seis ou sete pessoas do país, desejamos saber algum tipo de informação para além de crises, conferências de imprensa, debates, comentadores, pessoas a telefonar para programas.

Pode ser que tenhamos a noção que recuperamos algo: que existe vida para além do futebol.

Eu e mais essas seis ou sete pessoas, até gostamos de acompanhar o futebol e as suas tricas, mas caramba. Isto é quase como um fulano afirmar que gosta de praia e oferecerem-lhe um tsunami.

Claro que existe agora o e-toupeira, mas já nem tenho paciência, mudo logo para o Disney Chanel. E eu e essas seis ou sete pessoas, com tantos canis existentes, não temos um que nos represente, com notícias de futebol no fim do telejornal, que fale de vários clubes, de vários desportos, e essencialmente, que não misture desporto com justiça.

Por exemplo, um médico, reputado investigador, embebeda-se numa noite e atropela uma pessoa. Isso não é uma notícia de “medicina e ciência”mas sim de justiça, ou de acidentes ou o raio.

Outra coisa que eu gostei de ouvir foi uma comentador a afirmar que no Sábado, o Sporting deu uma lição de Democracia. Como é que é? Que eu saiba a democracia é um regime político, e não umas eleições que decorreram conforme as regras internas, em que um eleitor pode ter direito a mais votos que outro eleitor. Isso é como numa empresa um fulano ter 75% do capital e outro ter 25%, e nas votações em Assembleia Geral pratica-se democracia. Isto daria pano para mangas, e neste caso, o Sportinguistas votaram conforme as regras internas, mas eu não tenho nada a ver com isso.

Portanto, por favor, um bocadinho de paz, vocês precisam, e eu e mais ou sete pessoas também necessitamos.