De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

José Sócrates na Universidade Coimbra

A convite do núcleo de estudantes da Faculdade de Economia, José Sócrates fez hoje uma palestra acerca do período de intervenção da troika, os motivos que levaram essa intervenção, a culpa da austeridade e outros temas recentes.

Tenho que conhecimento, e como é hábito de José Sócrates autoelogiou-se imenso, colocou as culpas nos outros, e sempre em frente! Um dos aspectos bons em Sócrates é sabermos por antecipação isso mesmo, que tem bom discurso, boa capacidade de argumentação, é vaidoso, e que é uma vítima e há uma cabala contra ele!

Devo dizer que não gostei mesmo nada dos executivos liderados por José Sócrates, mas isso diferenças ideológicas e de opções a tomar.

Em relação aos casos em tribunal, sei que foi detido para não perturbar as investigações, depois libertado com termo de identidade e residência, que de suspeito passou a ser acusado de imensos crimes, mas para já não está condenado.

Eu só o posso julgar pelo meu voto, o que é da justiça pertence à justiça, serão os juízes a decidir, mas posso, e pela informação que vou recolhendo e que está disponível, ter opinião. E a minha opinião é que ele vai-se ver atrapalhado para se livrar de “uma escuta aqui e uma escuta ali”, tanto mais que existem factos e coincidências muito estranhas. Sim, acho que ele é culpado mas isso sou eu a “achar”.

Apesar de tudo, não é por um bom carpinteiro agredir a mulher à cabeçada que deixa de ser um bom carpinteiro, e sem dúvida que mesmo que Sócrates venha a ser condenado, não deixa de ser uma figura central da história recente de Portugal, e quiçá, ainda da actualidade. E saúdo o núcleo de estudantes por tal iniciativa.

E muito sinceramente, entre um emotivo e efusivo Sócrates, a uma monocórdica Teodora Cardoso, e não sofrendo eu de insónias, prefiro mil vezes José Sócrates.