De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

França e Espanha salientam convergência com Portugal sobre grandes desafios da Europa

Os dirigentes de Espanha e França salientaram esta sexta-feira em Lisboa a convergência com Portugal em matéria de migrações, a conclusão da união económica e monetária e combate às alterações climáticas.

A posição do Presidente francês, Emmanuel Macron, e do chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez, foi assumida hoje no final da segunda cimeira para as interligações energéticas, realizada em Lisboa, com a presença do primeiro-ministro português, António Costa.

O chefe de Estado francês referiu que, quer na relação bilateral entre Paris e Lisboa, quer com Madrid, são tocados os “grandes desafios da Europa de hoje”.

“Hoje avançámos em conjunto sobre o desafio migratório, o reforço da zona euro, e a capacidade de tratar desta transição energética e ecológica”, declarou.

Macron reconheceu que o tema das interligações energéticas esteve durante “demasiado tempo num impasse intelectual”, com França a colocar-se “muitas vezes numa posição defensiva, evitando que alguns projetos fossem estudados e até aplicados porque não estava convencida da sua utilidade”.

Agora, sublinhou, trata-se de “construir uma verdadeira estratégia europeia”.

“Esta cimeira permitiu avançar neste contexto e dá-nos a possibilidade de sermos mais eficazes, mais soberanos e menos poluentes”, referiu.

Já Pedro Sánchez saudou a “frutífera cimeira” que decorreu hoje em Lisboa, “a segunda sobre estas ligações tão importantes para a Península Ibérica e a nossa ligação com o conjunto do continente”, depois da reunião realizada em Madrid em 2015.

“Há três governos europeus que estão interligados pelo conjunto das vontades, de cumplicidades quanto à construção europeia. Gostaria de o sublinhar”, disse o chefe do executivo de Madrid.

“As nossas visões são muito semelhantes sobre desafios que afetam o conjunto da União Europeia e o dia-a-dia dos cidadãos: migração, compromisso dos três governos para culminar a união económica e monetária e também um desafio que teve um capítulo muito importante na sua resposta comum e global, nos Acordos de Paris, o combate às alterações climáticas, e entre elas a interconexão energética”.

Portugal, Espanha e França comprometeram-se hoje a ter “rapidamente” uma interligação elétrica a ligar os três países, projeto que vai receber “o maior apoio financeiro europeu de sempre” dado a uma infraestrutura energética.