De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Assunção Cristas lamentou morte de Carlos Morais

 A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, lamentou esta sexta-feira a morte de Carlos Morais, considerando que o “país exportador e as comunidades portuguesas no mundo perderem um dos seus maiores defensores”.

“A morte, aos 58 anos, de Carlos Morais deixa-nos de luto pela perda de um pioneiro do esforço de exportação e promotor maior dos produtos e empresas portuguesas”, refere Assunção Cristas, em comunicado.

O proprietário do jornal da diáspora Mundo Português, Carlos Morais, de 58 anos, morreu hoje num acidente de viação, em Sintra.

Em 2015, o proprietário do Mundo Português, jornal da diáspora portuguesa, foi distinguido pelo Governo com a Medalha de Mérito das Comunidades, pelo trabalho junto das comunidades lusófonas.

Carlos Morais era também o dinamizador da SISAB Portugal, a maior feira vocacionada para a exportação de produtos agroalimentares.

“Fundador e CEO do SISAB Portugal, desde 1995, o economista Carlos Morais desenvolveu um ponto de encontro para a exportação, juntando em Portugal milhares de compradores para conhecer a nossa produção nacional agroalimentar”, frisou a líder do CDS-PP.

Assunção Cristas apresentou as suas “sentidas condolências” à família, referindo que Carlos Morais teve uma vida dedicada ao país, em Portugal e no mundo.