De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Universidade de Coimbra prepara investigações sobre canábis

A empresa Tilray e a Universidade de Coimbra estabeleceram “uma parceria estratégica inédita para investigação e novos conhecimentos para o desenvolvimento de produtos médicos derivados de canábis”, que deverá estender-se até 2024, foi anunciado.

“Combinando a vasta experiência da Tilray no cultivo, produção e desenvolvimento de produtos de canábis, esta parceria estratégica será estendida a vários departamentos da Universidade de Coimbra, incluindo oportunidades a pós-graduados em ciências químicas, genética e ciências farmacêuticas”, divulgou, em comunicado, a subsidiária portuguesa da empresa canadiana, instalada desde abril em Cantanhede.

A parceria promoverá a colaboração entre a Tilray “e líderes académicos da Universidade” em projetos de pesquisa, aproveitando o campus de última geração da Tilray e as instalações de pesquisa no parque tecnológico Biocant, situado também em Cantanhede.

“Temos orgulho no estabelecimento desta parceria com a Universidade de Coimbra e em colaborar com a sua vasta equipa de especialistas e investigadores para estudar canábis medicinal”, afirma Joshua Eades, responsável cientifico da Tilray.

Durante a sessão de assinatura da parceria, em Coimbra, Eades acrescentou que a parceria com a UC “permitirá que as equipas colaborem em investigações inovadoras que contribuam para o crescimento da ciência em canabinóides, enquanto permitem a evolução do programa de investigação e desenvolvimento da Tilray”.

A sessão serviu ainda para o lançamento do projeto UC Business, criado pela Universidade para apoiar a inovação e a prestação de serviços especializados a entidades públicas e privadas.

A Tilray foi o primeiro produtor de canábis medicinal a importar com sucesso produtos médicos de canábis para a União Europeia e o primeiro produtor licenciado de canábis medicinal na América do Norte a obter a certificação GMP de acordo com as normas da Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

A fábrica de Cantanhede é a primeira em território nacional de produção de canábis medicinal, assegurando 200 postos de trabalho. Representou um investimento total de 20 milhões de euros.

A Tilray de Cantanhede também serve como centro de apoio aos esforços de pesquisa clínica e desenvolvimento de produtos da Tilray em toda a Europa, beneficiando da proximidade do Biocant, o primeiro parque de biotecnologia em Portugal cujo objetivo principal é patrocinar, desenvolver e aplicar o conhecimento avançado na área das ciências da vida, apoiando igualmente iniciativas empresariais de elevado potencial.

A empresa é pioneira mundial na investigação, cultivo, produção e distribuição de canábis medicinal e responde atualmente a dezenas de milhares de doentes e consumidores em 12 países, abrangendo cinco continentes.