De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Um em cada dez trabalhadores na Suíça recebe abaixo da média nacional

O Departamento Federal de Estatísticas (OFS) suíço informou recentemente que, segundo os dados disponíveis em 2016, cerca de 12% dos trabalhadores receberam um salário mensal inferior a CHF 4335 (francos suíços).

O estudo revela que um em cada dez trabalhadores na Suíça é mal pago, e “o OFS recorreu à medida da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que calcula que um salário baixo é inferior a 75% do salário médio nacional bruto para um trabalho semanal de 40 horas”, adiantou o Swissinfo.

A agência de estatísticas afirmou que 17% das mulheres tinha, naquele ano, um emprego mal remunerado, enquanto que os números do sexo masculino rondavam os oito por cento.

De acordo com a mesma fonte, “os principais setores de baixa remuneração foram os serviços pessoais (que incluem cabeleireiros e empresas de limpeza), a indústria alimentar e a restauração”.

O cantão do Ticino, na parte italiana, deteve a percentagem mais elevada de trabalhadores com salários baixos (24,7% do total) – quase o dobro da média nacional. No noroeste da Suíça, essa percentagem caiu para 7,8%, enquanto que o leste da país ficou pelos 12%.

As estatísticas publicadas permitem concluir que cerca de metade dos empregos mal remunerados (53,8%) era ocupada por estrangeiros residentes no país, e quase 50% desses salários (46,4%) eram oferecidos por empresas com menos de 50 funcionários.