De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

UE responde ao Reino Unido e diz-se disponível para negociar

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, garantiu esta sexta-feira que a União Europeia (UE) permanece “disponível para continuar as negociações” com o Reino Unido sobre o futuro acordo comercial de Bruxelas e Londres, mostrando-se indiferente ao aviso britânico.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou esta semana que o Reino Unido deve “preparar-se” para a perspetiva de sair do período de transição no final de dezembro sem um acordo de comércio com a UE.

Questionado sobre as declarações do líder britânico no final de uma cimeira europeia em Bruxelas, na qual o ‘Brexit’ foi aliás um dos assuntos dominantes, Charles Michel assegurou que a UE permanece “disponível para negociar e para continuar as negociações”, esperando que “seja possível fazer progressos no futuro”.

Numa alusão aos trabalhos que serão retomados na próxima semana e já com o prazo apertado para este eventual acordo comercial, Charles Michel garantiu também que o bloco comunitário está “totalmente unido e determinado em trabalhar” para esse cenário, como aliás já tinha dito na quinta-feira.

E reiterou o aviso que tem vindo a ser feito pelos altos responsáveis europeus nas últimas semanas: “Repito que queremos um acordo, mas não a qualquer custo, e que a equidade de mercado, as pescas e a governança são temas cruciais para a UE e para os 27 Estados-membros”.

Entretanto, através da rede social Twitter, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, informou que, “como planeado, a equipa [comunitária] de negociação irá a Londres na próxima semana para intensificar estas negociações”.