De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Toyota RAV4: o prazer do híbrido todo-o-terreno

Face às anteriores gerações, o Novo Toyota RAV4 está muito mais atraente, tem um aspecto “robótico” e algo futurista, sem sdeixar de se adaptar a todos os gostos. Está realmente imponente e bonito, fazendo com que o design passe a assumir um papel importante na altura da escolha de um automóvel.

A dianteira é alta e direita, dominada pelas grelhas dianteiras de dimensões generosas que oferecem um aspecto “chateado” ao Toyota RAV4. A grelha inferior é envolvida numa moldura preta brilhante que nasce das cavas das rodas, esta deixa-se sublinhar por uma protecção metálica também ela generosa. Nas laterais do parachoques sobressaem faróis de nevoeiro embutidos numa moldura escura que oferece mais um ponto de contraste quando se adopta uma cor mais clara para a carroçaria.

Nas lateraisa silhueta tem traços direitos, um capô e um tejadilho pouco ou nada inclinado. A linha de cintura elevada é também ela rectilinea, sobressai o contraste “bitom” e as protecções plásticas com acentuado requinte preto brilhante, que surge por cima das rodas e embaladeira. As barras de tejadilho também são acabadas a preto brilhante, afim de dar continuidade à sofisticação presente em todo o exterior.

Se no exterior temos um automóvel agradável e bonito, o interior não fica atrás. O Toyota RAV4 preserva o aspecto agradável através de um tablier direito com duas camadas e notas de requinte como o pesponto azul ou o friso metálico. A consola central é liderada por um ecrã touch de tamanho generoso, enquanto o painel de instrumentos é coberto por uma moldura que recupera o aspecto “robótico” do exterior. A consola central é vincada por um friso metálico em “V” que nos transporta para os comandos rotativos da climatização.

No painel de instrumentos temos muita informação, que aparece com boa definição e é de fácil percepção.

A posição de condução é alta e agradável, uma vez que conseguimos chegar a todos os comandos sem grandes ginástica, temos boa visibilidade, quer na estrada, quer na altura de estacionar, como também temos uns assentos envolventes e comandos intuitivos no que toca a iluminação, climatização, entre outros.

Um dos elementos mais surpreendentes do Toyota RAV4 é sem dúvida o motor, que surpreende pela positiva, tanto no aspecto das prestações, como no aspecto da economia de combustível. As prestações convencem, percebemo-lo quando estamos no modo “Eco” a 120km/h, aceleramos e o Toyota RAV 4 ainda é capaz de nos encostar ao assento. A grande responsável é a motorização 2.5 Hybrid, que reúne um motor a gasolina 2.5 litros de 4 cilindros com 177cv de potência e 221Nm de binário a um motor eléctrico. Em conjunto debitam 218cv de potência e proporcionam ao Toyota RAV4 uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 8,4 segundos. A velocidade máxima é de 180km/h.

A potência é enviada para as rodas através de uma caixa automática de variação continua, com 6 “relações”. Esta caixa de velocidades é prática, uma vez que não é difícil de utilizar e é também suave, uma vez que não há trocas de mudança. Contudo, acaba por diminuir o feedback do comportamento do RAV4 e também se torna algo ruidosa em acelerações mais acentuadas. As 6 relações estão lá para aumentar o prazer do condutor, mas não têm qualquer intervenção no comportamento do RAV4, tanto que é possível arrancar de um semáforo no mono manual em 6ª velocidade.

O que torna o Toyota RAV4 uma opção tão excelente? O facto de aliar o espaço, conforto, segurança, ecologia, performance e consumos de combustível verdadeiramente simpáticos. No nosso ensaio, conseguimos realizar uma média de consumo na ordem dos 5,5 Litros a cada 100km. Convém lembrarmo-nos que o Toyota RAV4 não é o automóvel mais aerodinâmico e leve, falamos de um SUV, com uma carroçaria mais pesada e 218cv a gasolina, a gastar menos de que algumas berlinas de segmento “C” a diesel. Bravo Toyota!

No Luxemburgo e arredores descubra o RAV4 e o resto da gama Toyota na garagem Toyota CAR Avenue.