De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Sete startups portuguesas à procura de investidores

Sete startups portuguesas que desenvolveram produtos na área da saúde e da tecnologia vão apresentar as suas “ideias de negócio” na 4.ª edição do ‘Digital Health Venture Forum’, a decorrer na Porto Business School.

A 4.ª edição do ‘Digital Health Venture Forum’, evento que decorre pela primeira vez em Portugal, junta 25 investidores e 39 startups (empresas de base tecnológica em fase de desenvolvimento) espanholas, suecas, finlandesas, irlandesas e francesas numa “espécie de mercado com dois lados”, disse à Lusa o vice-reitor da área da inovação e empreendedorismo da Universidade do Porto (UP), Hélder Vasconcelos.

“No fundo, o que nós estamos a tentar fazer é colocar investidores e startups em contacto numa espécie de mercado com dois lados, em que estes grupos de intervenientes podem desenvolver atividades de ‘networking’”, afirmou, adiantando que a área da saúde e da tecnologia médica é uma “área estratégica” para a UP, uma das organizadoras deste evento.

Entre as 39 startups, destacam-se sete empresas portuguesas que desenvolveram soluções “inovadoras” na área da saúde, medicina e tecnologia, como a Tonic App, uma aplicação que agrega ferramentas e conteúdos dedicados a profissionais de saúde, e a Nutrium, uma aplicação que permite aos consumidores, acompanhados por nutricionistas, criarem um plano alimentar que calcula os valores nutricionais de cada refeição.

No evento, estão também presentes a Perceive3D (P3D), uma tecnologia de vídeo para navegação cirúrgica, o PeekMed, um software que planeia o pré-operatório de cirurgias ortopédicas em três dimensões (3D) e o Helppier, uma ferramenta que permite criar guias interativos para ‘sites’.

Além destas cinco startups, o evento conta ainda com a participação da ShopAI, sistema que permite aos consumidores tirarem fotografias a peças de vestuário, e da MASDIMA, uma ferramenta que auxilia os serviços de transporte a superarem as suas falhas.

Hélder Vasconcelos adiantou que nas últimas edições do fórum “13 empresas levantaram cerca de 10 milhões de euros”, acrescentando estar por isso “esperançoso” que do evento resulte “algum investimento para as empresas nacionais”.

A iniciativa é organizada pela Universidade do Porto e a TechTour.