De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Santos Silva: há falta de clareza do governo britânico no Brexit

O chefe da diplomacia portuguesa, Augusto Santos Silva, criticou a “falta de clareza” do Governo britânico nas negociações do ‘Brexit’, a qual, considerou, sugere que quer “estar fora da União Europeia com um pé dentro”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, que falava em Lisboa num debate sobre o ‘Brexit’ com o principal negociador da UE para a questão, Michel Barnier, apontou como “elemento de enorme complexidade” no processo “a dificuldade” de quem tem o ponto de vista europeu de “compreender o que é que realmente querem os britânicos”.

“Pareciam querer uma solução que é logicamente impossível: ter as três liberdades referentes à circulação de bens, capitais e serviços, sem ter a liberdade de circulação das pessoas […] Não querer fronteiras e não querer estar dentro sequer de uma união aduaneira”, disse Santos Silva.

“É muito difícil negociar com uma parte cujos termos e objetivos negociais nos não conhecemos, pela razão simples de que essa parte até agora tem sido incapaz de os exprimir com clareza e a uma só voz”, acrescentou, numa referência às divergências que a saída do Reino Unido da UE suscitam dentro do partido conservador e dentro do próprio governo britânico.

“Parece que depois de longas décadas em que os britânicos sempre quiseram estar dentro da UE com um pé fora, parece que agora a perspetiva é de que queiram estar fora da UE com um pé dentro”, insistiu.

Durante o debate, Augusto Santos Silva reiterou a posição portuguesa de alinhar pelas “linhas vermelhas da UE a 27”, definindo como prioritário “respeitar o princípio do mercado único e da indivisibilidade das quatro liberdades”.