De que está à procura ?

Comunidades

Ricardo estava no Luxemburgo há menos de um ano e aqui deixou a vida

© DR

Armando Ricardo Carvalho Dias vivia em França, junto à fronteira luxemburguesa, para onde se mudou há 11 meses. Segundo familiares, contactados pelo BOM DIA, o português de 42 anos trabalhava, desde o verão passado, no Luxemburgo onde tinha família.

Fonte da família do malogrado português confirmou ao BOM DIA a identidade do homem que esta segunda-feira encontrou a morte na obra onde estava a trabalhar.

O português é natural do concelho de Póvoa de Lanhoso, mais propriamente da freguesia de Serzedelo.

Apesar de Armando Ricardo Carvalho Dias só estar no Luxemburgo desde agosto do ano passado, o português já tinha muitos amigos e conhecidos que se manifestaram às dezenas nas redes sociais deixando mensagens de pêsames e solidariedade para com a família.

Segundo as autoridades, Armando Ricardo Carvalho Dias não resistiu aos ferimentos e morreu na segunda-feira na obra que decorria junto a uma passagem de nível, em Roodt-sur-Syre, no nordeste do Luxemburgo.  

Esta terça-feira, um segundo português encontrou a morte no local de trabalho. O português de 45 anos faleceu na sequência de um acidente no estaleiro onde se encontrava.

TÓPICOS