De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Que se dane

S

Os poetas malditos acreditam
que só a tragédia é a verdadeira musa
que só o inferno conduz
ao exorcismo das palavras-vómito
que só a catarse transmuta
a alma sangrenta na magia da letra
dando finalmente corpo e sentido
ao desequilíbrio dos sentidos.

Também eu já experimentei
isso e o seu contrário
deitar a felicidade exacerbada no papel
em estado de êxtase
quase eufóricó-orgásmico.

Mas depois de deixar secar a tinta
e ver a folha amarelar no outono dos dias
concluo tristemente que
nem uma coisa nem outra
que tudo o que a pena pingou
foi torpe simulacro de literatura.

Hemingway tinha razão:
escrever bêbedo, editar sóbrio.
Um dia experimento.

JLC30092006
(in “Diário de A.)