De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

PSD quer apoios para quem regressa da Venezuela

 O PSD vai levar a votos um projeto de resolução, no parlamento, a recomendar o reforço da ajuda humanitária da União Europeia aos europeus, incluindo portugueses, que estão a regressar da Venezuela.

“O PSD considera que é muito importante que as instituições europeias também apoiem os cidadãos europeus que estão a regressar”, resultado da situação de crise na Venezuela, que “há três anos está a agudizar-se”, afirmou a deputada do PSD Rubina Berardo.

A parlamentar social-democrata sublinhou que “todos os dias chegam” imagens que “demonstram a situação catastrófica na Venezuela”, uma “situação humanitária muito difícil para a população” com falta de alimentos e medicamentos.

Rubina Berardo, deputada madeirense, espera que esta recomendação seja acolhida para que o problema não seja resolvido apenas pelas “regiões e autarquias, nomeadamente a Madeira e Aveiro”,

Seria bom, admitiu, que “também que as instituições europeias tomem uma ação pró-ativa de apoio à comunidade que está a regressar Portugal e aos outros Estados membros europeus”, dando ainda o exemplo das grandes comunidades italiana e espanhola.

Dos restantes partidos, o PSD espera que “coloquem de lado ideologias próprias” para haver “um maior apoio” aos cidadãos portugueses que “estão a regressar” a Portugal.

Rubina Berardo lembrou que a ONU aumentou esta semana a verba para apoiar países vizinhos da Venezuela na América Latina com o objetivo de “apoiar a integração de refugiados da Venezuela” e a União Europeia também subiu os fundos de apoio na Venezuela.

Os projetos de resolução não têm forma de lei, sendo, na esmagadora maioria dos casos, recomendações a outras instituições, neste caso comunitárias.