De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Projeto para exportar batata portuguesa está em curso

O setor da batata portuguesa lançou esta quinta-feira, na Lourinhã, um projeto de promoção externa para os próximos dois anos, com o objetivo de aumentar as exportações e reduzir as importações.

O projeto orçado em 353 mil euros e comparticipado em 85% por fundos comunitários assenta na promoção da batata portuguesa nos mercados externos, com França, Alemanha, Espanha, Holanda, Emirados Árabes Unidos, Eslovénia e Angola como mercados estratégicos.

Com o projeto de promoção externa, a associação Porbatata espera aumentar as exportações e abrir novos mercados, reduzir as importações de batata estrangeira e dinamizar o setor, bem como aumentar a produtividade e a sustentabilidade económica do setor.

Segundo a associação, Portugal é 42,4% autossuficiente em batata, motivo pelo qual é necessário aumentar a produtividade para, desta forma, reduzir as importações.

Em 2019, as exportações de batata somaram 28,5 milhões de euros, sendo os principais destinos a Espanha, Alemanha, Holanda, Cabo Verde, França, Bélgica e Luxemburgo.

Entre as ações previstas, está a participação em congressos e feiras internacionais e o lançamento, em 24 de novembro, de uma marca coletiva que valorize a qualidade e diferencie a batata portuguesa de outras.

“A marca vai representar-nos internacionalmente e identificar-nos nos mercados, abrindo novos mercados”, afirmou o presidente da Porbatata – Associação da Batata de Portugal, Sérgio Ferreira, na apresentação da estratégia.

A Porbatata pretende ainda organizar um concurso internacional da batata portuguesa, em França, e desenvolver um estudo estratégico para a internacionalização do setor em novos mercados.

A produção anual é de 500 mil toneladas, ocupando uma área de cultivo de 22 mil hectares, nas zonas de Entre Douro e Minho, Trás-os-Montes, Beira Interior, Beira Litoral, Oeste, Ribatejo, Península de Setúbal e Costa Alentejana.

O consumo nacional ‘per capita’ de batata é de 93,6 quilogramas por ano.

A Porbatata, com sede na Lourinhã, no distrito de Lisboa, foi constituída em setembro de 2016, para promover a batata portuguesa.

Com mais de meia centena de associados e representando mais de metade dos produtores, une não só a produção, como também a comercialização e a indústria, defendendo os interesses de toda a fileira em Portugal.

#portugalpositivo