De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Portugueses trabalham para salvar vidas em campos de refugiados

O HuBB – Humans Before Borders inicia uma campanha de angariação de fundos – “A Solidariedade não faz quarentena” – para financiar o plano médico de emergência de apoio aos refugiados nos campos de Moria e Samos. Esta iniciativa conta com voluntários lusos, ativistas humanitários e médicos sem fronteira que estão atualmente no campo de refugiados em Samos, Grécia ou em Portugal. São eles Raul Manarte, Vittoria Catalfamo, José Cortez e Ana Paula Cruz.

“Todas as medidas de prevenção que usamos contra o CoVid-19 não serão possíveis nos campos de refugiados. Não há lavatórios para todos lavarem as mãos, não é possível aplicar medidas de distanciamento social, não é possível realizar quarenta numa tenda dividida por muitas pessoas, não existem cuidados médicos suficientes”, explicam os voluntários portugueses.

Algumas ONGs no terreno (BRF, Kitrinos, MVI, Health Point Foundation, Med’EqualiTeam)  detalharam um plano que contempla já os materiais, medicação e os recursos humanos e logísticos necessários para salvar vidas.

Usando como exemplo o campo de Mória: há 500 pessoas com mais de 60 anos ou com doenças crónicas, se não for possível a retirada dessas pessoas o foco será na prevenção dentro do campo (material, medicação e recursos humanos de assistência). É por isso que a HuBB está a organizar uma campanha de angariação de 30 mil euros para que estas ONGs possam salvar mais de mil vidas (estimativa calculada com mortalidade de 3%).

Link para donativos aqui. Mais sobre Humans Before Borders aqui.