De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Portugueses do Reino Unido inquietos com possível “Brexit”

Portugueses que vivem no leste de Inglaterra expressaram grande preocupação com uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE), disse à agência Lusa a eurodeputada Ana Gomes, que está em campanha contra o ‘Brexit’ na região.

“As pessoas estão muito inquietas, muito preocupadas, porque não sabem o que lhes vai acontecer”, disse a socialista, contactada pela Lusa, telefonicamente, a partir de Lisboa, após um encontro com “cerca de 100 pessoas” da comunidade portuguesa no condado de Norfolk, que integrou cerca de 3.000 pessoas.

O encontro decorreu no café Heróis do Mar, em Great Yarmouth, “uma espécie de centro comunitário da comunidade portuguesa”, e a preocupação, segundo Ana Gomes, resulta do facto de os portugueses verem que “o sentido mobilizador da campanha dos que defendem a saída da Grã-Bretanha é, no fundo, um sentimento anti-estrangeiro e mesmo racista”.

Aqueles portugueses, “bem enquadrados” e que gostam de viver no Reino Unido, “sabem que a saída pode ter implicações dramáticas para as suas vidas”, e fizeram “muitas perguntas”, quer a Ana Gomes, quer ao seu colega, o trabalhista Richard Howitt, que acompanha, neste programa de campanha contra a saída.

Ana Gomes disse ainda que muitos dos portugueses não podem votar no referendo, que se realiza na quinta-feira, mas “todos [com quem a eurodeputada falou] disseram que, nestes últimos dias, vão falar com conhecidos, vizinhos e amigos para os tentarem persuadir a não aceitarem os argumentos dos que preferem a saída”.

“É preciso trabalhar até ao último momento”, para que o Reino Unido permaneça na UE e para “não abrir este alçapão para o abismo que seria um ‘Brexit’”, defendeu a eurodeputada socialista, que participa ainda hoje num debate com apoiantes da saída e tem previstos, para segunda-feira, contactos com a imprensa britânica.

A campanha para o referendo recomeçou este domingo, após uma suspensão de três dias, devido ao assassínio, na quinta-feira, da deputada trabalhista pró-europeia Jo Cox, de 41 anos.