De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Português apanhado na Suíça onze anos depois do crime

Um homem acusado de ter assaltado e violado quatro mulheres em Mira-Sintra foi apanhado na Suíça na sequência de um crime cometido há 11 anos.

Em maio de 2009, um jovem e um cúmplice, ambos com 17 anos, atacaram duas menores de 15 anos perto de uma escola de Mira-Sintra. As raparigas foram assaltadas e violadas após serem arrastadas para junto da estação de comboios. Tudo aconteceu de forma a que ninguém se apercebesse e sem que elas pudessem pedir socorro.

Menos de um mês depois, outras duas raparigas de 17 anos foram aliciadas na rede social Hi5. Após as conversas na internet, houve um primeiro encontro para beber um café. No segundo encontro, as raparigas foram arrastadas para um descampado e os rapazes usaram violência física para se apoderarem de bens das jovens e as obrigar a praticar vários atos de cariz sexual.

Em novembro de 2009, um dos violadores foi detido em Lisboa. Tinha antecedentes criminais pela prática de crimes contra o património e sobretudo roubos. O outro jovem fugiu para Inglaterra e era procurado desde então.

Segundo o jornal Correio da Manhã, no passado dia 8 de agosto, o homem foi detido na Suíça. Agora com 28 anos, o homem tinha um mandado de detenção europeu, emitido em 2019, para cumprir uma pena de 11 anos de cadeia. O homem foi extraditado para Portugal onde já está detido.