De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Desporto

Portugal quer organizar Mundial de Canoagem

 O presidente da Federação Portuguesa de Canoagem (FPC), Vítor Félix, manifestou-se “confiante” na conquista da organização do Mundial de 2023 de regatas em linha, que dita o apuramento para os Jogos de Paris2024.

“Estamos otimistas, porque sabemos que organizamos bem e a federação internacional (ICF) tem isso em mente. Em 2018, organizámos o campeonato do mundo com grandes padrões de sucesso e, 10 dias depois, também o mundial de maratonas, o que atesta a nossa competência e capacidade”, justificou, em declarações à agência Lusa.

A ICF vai tomar a decisão este fim de semana, no seu congresso na China, sendo que a candidatura de Montemor-o-Velho terá a concorrência de Duisburgo, na Alemanha, Moscovo, Poznan, na Polónia, e Plovdiv, na Bulgária.

“Os candidatos são de peso, sabemos que é difícil, contudo, estamos confiantes na obtenção dessa realização”, reforçou o dirigente.

O facto de ser o evento que vai ditar o apuramento para Paris2024 torna-o no mundial mais importante do ciclo olímpico, tal como este ano Szeged, na Hungria, que, de 21 a 25 de agosto, qualificará para Tóquio2020.

“Temos duas grandes imagens de marca, os resultados desportivos internacionais e a organização de grandes eventos desportivos. (…) Este mundial é de extrema importância para a canoagem internacional e seria a oportunidade de os nossos atletas disputaram a qualificação olímpica em casa”, completou.

Portugal já garantiu o mundial de juniores e sub-23 de 2021, em Montemor-o-Velho, bem como o mundial absoluto de maratonas de 2022, em Ponte de Lima.