De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Portugal é convidado de honra em evento popular suíço

Portugal é o convidado de honra da primeira edição do “Comptoir Helvétique”, o sucessor do conhecido evento popular “Comptoir Suisse” realizado em Lausanne, na Suíça francesa, há 99 anos consecutivos.

“Estamos muito orgulhosos de poder honrar um país que contribuiu enormemente para o sucesso do nosso país, e que continua a crescer significativamente na Europa”, disse Richard Chassot, diretor da Chassot Concept SA, a empresa responsável pela organização.

Os irmãos Chassot assumiram o desafio de dar continuidade a um dos maiores e mais conhecidos eventos populares do cantão de Vaud e que “pretende valorizar a Suíça, as suas regiões, as suas tradições, a sua economia e o seu sentido de inovação”.

A cada edição, o evento irá acolher um convidado de honra diferente com o objetivo de valorizar as diferentes comunidades estrangeiras presentes na Suíça e promover as trocas culturais e internacionais entre elas.

O convite foi feito a Marina Prévost-Mürier, fundadora da Câmara de Comércio, de Indústria e de Serviços Suíça-Portugal (CCISSP) que aceitou o “grande desafio”, sem hesitar.

A presidente da CCISSP disse à Lusa que a tarefa não é simples e que teve apenas quatro semanas para organizar a presença dos expositores que se propuseram representar Portugal através dos seus serviços e produtos, nesta feira popular.

“Queremos mostrar o novo Portugal, um Portugal atual, não somente tradicional, mas sobretudo um Portugal inovador”, salientou a responsáve, acrescentando que a missão é também “combater alguns preconceitos”.

“Para que os Suíços não fiquem com uma ideia minimalista de Portugal, que segundo eles, continua a ser fado, futebol, enchidos e pasteis de natas, quisemos trazer até cá a qualidade e variedade portuguesas, justificou.

A presidente da CCISSP convidou artesãos e empresas, de norte a sul do país, que pudessem “enaltecer Portugal”.

Nos 600 m2 dedicados ao convidado de honra, vão estar 22 expositores de diversas áreas como artesanato, gastronomia, arte, nanotecnologia, domótica, arquitetura e biotecnologia para “mostrar o que melhor se faz em Portugal”.

“A presença de Portugal na feira popular já trouxe frutos para muitos dos expositores. A empresa que vende os pastéis de natas, já conseguiu um investidor de Genebra para um ‘franchising’ da marca na Suíça”, exemplificou Marina Prévost-Mürier.

A cidade escolhida para a primeira edição desta feira foi Lausana, local emblemático da capital do cantão de Vaud, que abriu a suas portas, no Centro de Congressos de Beaulieu, no passado dia 13. A cidade escolhida para receber a próxima edição do evento será Friburgo.

Os novos organizadores esperam atrair para o evento cerca de 100.000 visitantes nesta edição da exposição que pretendem “moderna e dinâmica e dedicada a todas as gerações”.

O evento encerará dia 22 de setembro com um concerto de fado e um sorteio de uma viagem aos Açores e um cruzeiro no Douro para duas pessoas.