De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Para voltar ao Reino Unido vai ter de fazer teste PCR

The Arrivals

A partir de terça-feira, qualquer pessoa que viajar para o Reino Unido terá de apresentar um teste PCR à covid-19 negativo, feito nas últimas 48 horas antes de embarcar no voo, anunciou o ministério da saúde britânico. A medida aplica-se a viajantes com mais de 12 anos de qualquer país.

Atualmente, os viajantes precisam fazer um teste de PCR no prazo de dois dias após a chegada. A reintrodução dos testes obrigatórios antes da partida gerou uma reação zangada da indústria turística. A Business Travel Association disse que a medida será um “golpe de martelo”, enquanto a Airport Operators Association afirmou que “os testes antes da partida são um golpe devastador, pois impedem as pessoas de viajar”.

O secretário de Justiça, Dominic Raab, reconheceu à Sky News saber que a nova medida é “um fardo para a indústria de viagens”, mas enfatizou que o Reino Unido precisa agir. “Precisamos tomar as medidas para impedir a propagação da nova variante neste país e evitar um problema maior.”

O governo prometeu que “tomará outras medidas decisivas, se necessário, para conter o vírus e a nova variante”. O Reino Unido proibiu anteriormente voos da África do Sul e colocou 10 países africanos na sua lista vermelha, o que significa que apenas cidadãos do Reino Unido e irlandeses ou residentes no Reino Unido podem viajar de lá para o Reino Unido.

A Nigéria entrará na lista a partir de segunda-feira. Os especialistas alertaram que as restrições e proibições de viagens não impedirão a disseminação do vírus. O estatístico David Spiegelhalter, professor da Universidade de Cambridge, disse à Sky News que “as restrições de viagem no momento só vão desacelerar um pouco as coisas, mas não vão impedi-las “.

A Inglaterra tornou as máscaras obrigatórias novamente nas lojas e nos transportes públicos em resposta à nova variante, com 160 casos de ómicron confirmados até agora no Reino Unido.