De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Pandemia provoca atrasos nos consulados de Londres e Manchester

Os consulados-gerais de Portugal em Londres e Manchester registam atrasos e dificuldades para efetuar marcações, segundo uma reportagem da SIC que visitou os dois serviços.

Os atrasos devem-se ao período de confinamento e, apesar das restrições em Inglaterra, os dois consulados estão a funcionar mas formam-se filas no exterior já que não é possível estarem mais de seis pessoas no interior, no caso do consulado na capital do Reino Unido.

O atendimento continua a ser feito por marcação prévia por via eletrónica, incluindo o levantamento de documentos, e os utentes terão de usar obrigatoriamente uma máscara ou proteção para a cara e respeitar as regras de distanciamento social. Muitos emigrantes queixam-se, na reportagem da SIC que pode ver abaixo, de dificuldades para agendar porque dizem “não se consegue falar com ninguém ao telefone”.

Cristina Pucarinho, cônsul-geral em Londres, salientou que mais de dez mil agendamentos foram anulados devido ao confinamento inicial,  o que provocou dificuldades que “se prolongam”. O consulado espera recrutar mais quatro agentes para reforçar os serviços.

A mesma situação se regista em Manchester onde, afirma o cônsul-geral Jorge Cruz, as limitações de atendimento devidas aos protocolos sanitários “reduziram a capacidade de oferta” dos serviços consulares.

Veja aqui a reportagem da SIC: