De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

O primeiro berço foi um contentor de lixo

Eu não acredito que uma mãe, na posse de todas as suas faculdades, abandone o seu filho, recém-nascido, num caixote do lixo! Para a maioria das pessoas, a paternidade ou maternidade é um instinto e um filho ou uma filha, nos primeiros meses de vida, faz parte de si.Uma mãe, ao deitar um recém-nascido no lixo, é deitar fora parte de si!

Portanto, quem tomou tal atitude está completamente fora de si, no entanto, não a desresponsabilizada de ser a principal responsável e vai carregar esse peso para toda a vida. Com tantos métodos contraceptivos, com a prática da interrupção voluntária legislada e assegurada, com salvaguarda do anonimato, no caso de um mãe dar um filho para adopção, não faz sentido algum o que aconteceu. A mãe e os pai são o grandes responsáveis e não venham com desculpas esfarrapadas que a culpa é da sociedade.

Claro que a mãe primeiro e o pai depois, vão ser descobertos e eles sabem disso, mesmo antes de alguém ter colocado a criança num contentor do lixo.